Diário da Região

19/02/2017 - 00h00min

FGTS

Pelo menos 220 pessoas buscaram atendimento nas agências da Caixa

FGTS

Liza Mirella Trabalhadores aguardam atendimento em agência da Caixa Econômica Federal na manhã de ontem
Trabalhadores aguardam atendimento em agência da Caixa Econômica Federal na manhã de ontem

Tenho ou não tenho? Essa é a grande dúvida que levou mais de 4.580 pessoas às agências da Caixa Econômica Federal de Rio Preto nos últimos dias para sanar dúvidas sobre contas inativas do FGTS. Segundo o gerente regional da Caixa, Sandro Muniz Severino, de quarta a sexta-feira, dia 17, período em que as agências abriram às 9h para atender especificamente quem procurava mais informações sobre a liberação do dinheiro, foram atendidas 4.359 pessoas.

Na manhã deste sábado, dia 18, já haviam passado mais 150 pessoas pela unidade da Bady Bassitt e outras 70 pela agência da Marechal Deodoro. “A grande dúvida que a maioria apresentou é se tem conta inativa ou não. As pessoas também queriam saber o valor e quando poderiam sacar”, disse. Para saber se tem dinheiro, o trabalhador pode ligar para o telefone 0800 -726.2017 ou acessar o site www.caixa.gov.br/contasinativas. Há inda um aplicativo para celular onde há informações. No site, é fundamental ter o número do PIS.

Severino informa ainda que a Caixa está com uma programação especial para os próximos meses para atender quem vai sacar o dinheiro do FGTS. Nos dias 11 de março, 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho, sempre aos sábados, as agências vão funcionar das 9h às 15h para atender esse público. “É uma forma de tentar evitar tumultos no dia a dia”, diz. O servente de pedreiro José Cláudio da Silva, 37, esteve na manhã de sábado em uma agência da Caixa. Queria saber se tinha contas inativas.

“Não tenho nenhuma. É uma pena, já estava programando para umas contas”, disse. A diarista Edna Bruno Baculi, 45, também foi buscar informações. “Não tenho direito, mas seria uma boa ajuda agora que a gente está apertado de dinheiro”, disse. Quem também foi a uma agência é o eletricista José Carlos Alves, 42. Para o questionamento dele, não houve uma resposta. É que ele queria saber se o irmão, Ronaldo, 41, tem contas inativas.

“Ele trabalhou até 2010 em cerâmicas em Minas Gerais. Depois teve um problema e hoje é interditado”, diz. José Carlos é o tutor do irmão e terá que buscar mais informações em outros órgãos para descobrir. “O Ronaldo perdeu todos os documentos, só tem a identidade. Disseram para eu ir até o INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) para tentar obter o número do PIS dele e aí vai ser possível consultar.” Quem saiu feliz de uma agência foi Mônica Regina do Carmo Alves Faria e o marido Tiago.

Eles também foram para saber se ele tinha contas inativas. “Tem um dinheirinho sim”, disse, depois que o marido saiu. A prioridade da família vai ser pagar contas e reformar um cômodo da casa. O pagamento começa no dia 10 de março e segue até 31 de julho, de acordo com a data de nascimento. Têm direito ao saque o trabalhador com carteira assinada que, em um ou mais contratos de trabalho, pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso