Diário da Região

03/03/2017 - 17h38min

Brasília

Metade dos setores econômicos gerou empregos no mês de janeiro

Brasília

Metade dos setores econômicos gerou empregos no mês de janeiro, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta sexta-feira, 3, pelo Ministério do Trabalho. Entre os segmentos, a indústria de transformação foi a que mais gerou empregos, com saldo positivo de 17.501 postos de trabalho. De acordo com o ministério, trata-se de uma reversão em relação a janeiro do ano passado, quando o setor fechou 16.553 vagas. Foram destaques positivos os segmentos calçadista, têxtil, mecânica, de borracha, metalúrgica, material elétrico e comunicações, madeira e mobiliário, química e de materiais de transporte. As demissões se concentraram em alimentos e bebidas, relacionadas à safra de açúcar, principalmente no Nordeste. A agricultura também contratou mais do que demitiu em janeiro, com saldo positivo de 10.663 vagas. Em janeiro de 2016, o setor havia gerado 8.729 vagas. Os destaques positivos foram soja, em Mato Grosso, e frutas de lavoura permanente, no Sul do País. Já o comércio foi o que mais demitiu empregados em janeiro, com saldo negativo de 60.075 vagas. O fechamento ficou menor que o de janeiro de 2016, quando 69.750 vagas foram eliminadas. Os destaques negativos ficaram com o comércio varejista de vestuário e acessórios, supermercados e hipermercados e calçados e artigos de viagem. Serviços também registraram mais demissões do que contratações, com saldo negativo de 9.525 vagas. O fechamento foi menor que o de janeiro do ano passado, quando 17.159 postos foram eliminados. Os destaques negativos foram os ramos de transporte, comunicação, alojamento e alimentação. A construção civil registrou saldo negativo de 775 vagas. O setor de extração mineral registrou saldo negativo de 59 vagas. A administração pública teve saldo positivo de 671 vagas. E o setor de serviços industriais de utilidade pública (SIUP) registrou saldo positivo de 735 vagas. Entre as regiões, Sul e Centro-Oeste geraram postos de trabalho, respectivamente 24.391 e 12.771 vagas. Nordeste, Sudeste e Norte tiveram saldo negativo de empregos, respectivamente 40.803, 30.388 e 6.835. Noves Estados registraram saldo líquido positivo de empregos em janeiro, com destaque para Santa Catarina (11.284 vagas), Mato Grosso (10.010) e Rio Grande do Sul (8.134). Rio de Janeiro teve o pior desempenho, com fechamento de 26.472 vagas.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso