Diário da Região

26/04/2016 - 00h00min

Jales

Festival Nancional de Teatro tenta resgatar tradição

Jales

Jorge Etecheber/Divulgação Sucessos de público e crítica e premiados em todo o Brasil, Sabiás do Sertão, da Cia. Cênica (foto), e Mundomudo, da Cia. Azul Celeste, estão entre os espetáculos selecionados para o Festival Nacional de Teatro de Jales. Depois de seis anos fora do calendário, mostra volta neste sábado
Sucessos de público e crítica e premiados em todo o Brasil, Sabiás do Sertão, da Cia. Cênica (foto), e Mundomudo, da Cia. Azul Celeste, estão entre os espetáculos selecionados para o Festival Nacional de Teatro de Jales. Depois de seis anos fora do calendário, mostra volta neste sábado

O Festival Nacional de Teatro volta a fazer parte da paisagem cultural de Jales após seis anos sem ser realizado. A oitava edição, que terá início neste sábado, 30, representa uma retomada nos rumos do evento, uma referência importante na história da cultura jalesense.

Para os organizadores, os resultados da edição deste ano serão decisivos para o festival, que nunca foi realizado de forma contínua em Jales. “Nosso primeiro objetivo foi retomar o festival, fazê-lo acontecer na cidade. É claro que queremos muito que ele seja contínuo e permanente”, destaca Clayton Campos, coordenador-geral do evento.

É a primeira edição realizada pela Associação Espaço, Cidadania, Cultura e Arte, mantenedora da Escola Livre de Teatro, que já havia apoiado as cinco primeiras edições do festival, com realização da Secretaria Municipal de Cultura de Jales. Também é a primeira edição com apoio de R$ 90 mil de edital de festivais de teatro do Programa de Ação Cultural (Proac), da Secretaria de Estado da Cultura.

Espírito cultural

A programação envolve a apresentação de 20 espetáculos, um deles da Argentina: Problemas Técnicas, dos Primos Hermanos PAF, de Mar Del Plata. Rio Preto marca presença com quatro companhias: Fábrica de Sonhos, Cênica, Girasonhos e Azul Celeste. Há ainda grupos de cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Norte e Santa Catarina.

“A edição 2016 representa a retomada do festival, buscando trazer de volta para a cidade o espírito cultural que predominou no final dos anos 1990. É uma edição que tem tudo para ser um marco na cidade”, comenta Carlos Mello, presidente da associação realizadora do evento. Toda a programação é gratuita, com apresentações no Teatro Municipal de Jales e em praças da cidade. O festival de Jales seguirá até o dia 8 de maio. Confira a programação completa ao lado.

 

Mundomudo, da Cia. Azul Celeste - 26042016 Mundomudo, da Cia. Azul Celeste

Programação

Dia 30 de abril (sábado)

  • 15h - Feio (Grupo Grão - São Paulo), no Teatro Municipal
  • 20h - A Fara do Boi Bumbá (Os Ciclomáticos - Rio de Janeiro), na Praça Euplhy Jalles

Dia 1º de maio (domingo)

  • 11h - Cora Coralinha (Cia. de Teatro Sala 3 - Goiânia), no Teatro Municipal
  • 20h30 - O Candelabro (Cia. Távola de Teatro - Lauro de Freitas), no Teatro Municipal

Dia 2 de maio (segunda-feira)

  • 14h - Libel (Cia. Fábricas de Sonhos - Rio Preto), no Teatro Municipal
  • 20h - Problemas Técnicos (Primos Hermanos PAF - Mar Del Plata), no ‘Teatro Municipal

Dia 3 de maio (terçafeira)

  • 17h - Circo de Quintal (Cia. Amado Amado - Birigui), na Praça João Mariano de Freitas
  • 20h - Casa de Pólvora (Colher de Pau Cia. de Teatro - Jaraguá do Sul), no Teatro Municipal

Dia 4 de maio (quarta-feira)

  • 10h - Candim (Cia. da Casa Amarela - Catanduva), no Teatro Municipal
  • 20h - P'S (Trapiá Cia Teatral - Caicó), no Teatro Municipal

Dia 5 de maio (quinta-feira)

  • 10h - Refugo Urbano (Trupe Dunavô - São Paulo), no Teatro Municipal
  • 20h - Después (Cais das Artes - Campinas), no Teatro Municipal

Dia 6 de maio (sexta-feira)

  • 10h - Después (Cais das Artes - Campinas), no Teatro Municipal
  • 20h30 - Mundomudo (Cia. Azul Celeste - Rio Preto), no (Cais das Artes - Campinas)
  • 19h - Hoje Tem Espetáculo (Cia. Rosa dos Ventos - Presidente Prudente), na Praça Euplhy Jalles

Dia 7 de maio (sábado)

  • 9h - Teatro para Um Só (Núcleo Formação Ponto de Cultura Escola Livre de Teatro), na Praça João Mariano de Freitas
  • 10h - Amores e Dores no País das Flores (Grupo Residncia - Ouro Preto), na Praça João Mariano de Freitas
  • 19h - Teatro para Um Só (Núcleo Formação Ponto de Cultura Escola Livre de Teatro), no Teatro Municipal
  • 21h - Acordes (Cia. Cênica - Rio Preto), no Teatro Municipal

Dia 8 de maio (domingo)

  • 11h - O Menino e as Pedras (Cia. Girasonhos - Rio Preto), no Teatro Municipal
  • 19h - Tróilo e Créssida (Cia. da Matilde - São Bernardo do Campo), no Teatro Municipal
  • 21h - Sabiás do Sertão (Cia. Cênica - Rio Preto), na Praça Euplhy Jalles

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso