Diário da Região

17/06/2017 - 00h00min

THE BRISANTINOS

Rock psicodélico chega em disco nos formatos físico e digital

THE BRISANTINOS

Guilherme Baffi Banda rio-pretense The Brisantinos faz show de lançamento de seu primeiro disco autoral em seu estúdio, batizado de Soulbrado Espiral
Banda rio-pretense The Brisantinos faz show de lançamento de seu primeiro disco autoral em seu estúdio, batizado de Soulbrado Espiral

A banda rio-pretense The Brisantinos lança seu primeiro disco, em formato digital, neste sábado, 17. O grupo, formado por Walter Tadini (guitarra), Cármino Caramello (vocal), Samir Cesaretti (guitarra), Arouco (baixo) e João Bolzan (bateria), apresenta o trabalho com show em seu próprio estúdio, o Soulbrado Espiral. O som da The Brisantinos mistura heavy metal, blues, rock psicodélico e até influência de jazz. O álbum digital reúne sete músicas autorais, que somando 45 minutos. As letras são em inglês. Batizado com o mesmo nome da banda, o disco foi gravado no Stone Studio, em Frutal (MG). A produção, assinada por Lucas Bóris Heitor, durou cerca de um ano e meio.

Na estrada desde 2015, o grupo realizou uma campanha de financiamento coletivo na plataforma Catarse para viabilizar a produção, que reúne canções que vêm sendo concebidas desde o início de sua trajetória, quando os músicos Walter Tadini (guitarra) e Cármino Caramello (vocal) resolveram se unir para criar algumas composições. “Em 2012, quando eu e o Cármino fazíamos faculdade em São Carlos, começamos a criar algo próprio. Foi um embrião que conseguimos materializar em 2015, quando mais gente foi surgindo e a banda The Brisantinos nasceu mesmo, com a atual composição e essa cara”, conta Walter.

O som dos Brisantinos, segundo definiu o poeta Ubiratan do Brasil, vai do bucólico ao esquizofrênico, e esse clima é retratado nas letras do disco, compostas por Cármino, Samir e Walter. “A gente lida com os desejos individuais, não do desejo de cada um de nós e sim do eu lírico da música. São temas joviais, aproveitar a vida. E não só isso, também de ver os problemas e acusar alguns comportamentos que a gente percebe na nossa sociedade”, diz Walter. Os refrões “Sua face no espelho tem mudado” e “Estou indo pela beirada do mundo” são amostras da identidade sonora da The Brisantinos.

“É legal não ter controle das coisas. É um eu lírico marginalizado, que serve para qualquer pessoa que tenha uma ideia um pouco diferente do comum. A mensagem que queremos passar é que todo mundo pode ser livre e que a música é uma maneira de contagiar e de você se fazer presente, de fazer ouvir.” No entanto, o guitarrista sinaliza que a temática das composições é bastante variada. Falam também de personagens do cotidiano que buscam se desvencilhar de situações difíceis, de tiroteios e estradas vazias, de grama verde, de poeira e até de noites sinuosas em uma casa noturna. Das canções presentes no primeiro disco, a The Brisantinos já apresenta algumas em seus shows.

 

 

A recompensa da campanha de financiamento coletivo também conta com o videoclipe da música Faces, single que abre o álbum em que a banda canta que “a nossa face no espelho tem mudado constantemente e isso não é um problema tão grande. Talvez seja uma solução porque mantém uma energia viva, um espírito sempre original, intacto, fora de uma relação que se vicia, de uma dependência pessoal. Amparado numa liberdade individual.” Para conferir basta acessar o site - brisantinos.com/.

A produção gráfica presente no encarte faz parte da campanha e poderá ser conhecida em uma apresentação em retroprojetor durante o lançamento do disco digital. O disco físico, que terá encartes desenhados por Vinicius Vicente, deverá ser lançado no início de julho. Serão impressas mil cópias. Além das pessoas que colaboraram na plataforma Cartase, quem tiver interesse pelo disco pode reservar com a própria banda ou enviando um e-mail para brisantinos@gmail.com. No dia 28 de julho, a banda faz o show oficial de lançamento do disco físico, no Sesc.

Estúdio valoriza a cena autoral

O estúdio da The Brisantinos, o Soulbrado Espiral, foi criado inicialmente para uso próprio. Porém, com o tempo o grupo foi abrindo o espaço para outras bandas ensaiarem. O espaço também é utilizado para ensaios fotográficos e trabalhos de videomaker. A partir daí, surgiu o projeto chamado de Studio Brisa, onde bandas e artistas de todos os estilos são convidados para gravar vídeos e performances ao vivo, além de entrevistar das bandas.

Até agora, já há nove episódios de performances de bandas que visitaram o local. A ideia é chegar a 10 episódios ainda esse ano, que serão lançados no YouTube. O projeto visa valorizar a cena autoral. Aeromoças e Tenistas Russas, Centro da Terra e Brothers são algumas das bandas que já participaram do Estúdio Brisa. “É um espaço voltado para a música autoral. Serão organizados eventos com a apresentação de artistas com som autoral”, afirma. 

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.