Diário da Região

04/01/2017 - 00h00min

ZÉ NETO & CRISTIANO

Dupla sertaneja rio-pretense é a mais tocada do Brasil

ZÉ NETO & CRISTIANO

Divulgação Morando atualmente em Goiânia, capital da música sertaneja, os amigos de infância rio-pretenses fizeram mais de 220 shows em 2016, ano em que alcançaram o estrelado. E pensar que Seu Polícia, faixa mais tocada nas rádios, quase não foi gravada
Morando atualmente em Goiânia, capital da música sertaneja, os amigos de infância rio-pretenses fizeram mais de 220 shows em 2016, ano em que alcançaram o estrelado. E pensar que Seu Polícia, faixa mais tocada nas rádios, quase não foi gravada

O ano de 2016 foi histórico para a dupla rio-pretense Zé Neto & Cristiano. Os dois amigos de infância fecharam contrato com uma grande gravadora (Som Livre), fizeram mais de 220 shows pelo Brasil, participaram da trilha sonora da novela Êta Mundo Bom! (Saudade de Minha Terra) e foram convidados para inúmeros programas de TV. Uma agenda digna das grandes estrelas da música sertaneja. Como se não bastasse, ganharam um baita presente de ano novo: a música Seu Polícia, que faz parte do primeiro DVD da dupla, lançado em 2015 e gravado no Villa Conte, foi a mais executada nas rádios brasileiras no ano passado, conforme levantamento divulgado nesta semana pela empresa de monitoramento Crowley Broadcast Analysis.

Composta por Júnior Angelim, a letra de Seu Polícia bebe na fonte da ‘sofrência’ ao contar a história de um homem que foi abandonado pela mulher e que acaba incomodando a vizinhança ao curtir sua fossa com o som no último volume. “Me afogando no álcool/ O som do carro no talo/ Manda a multa que eu vou pagar/ Mas enquanto ela não voltar/ Sofrimento é mato/ Coração em pedaços/ Compreenda por favor/ O meu amor me deixou”, cantam os rio-pretenses no refrão de Seu Polícia.

Em entrevista ao Diário por telefone, concedida nesta terça-feira, 3, de Goiânia (GO), a capital da música sertaneja e a nova morada da dupla há três anos, Cristiano relembra do momento em que tiveram o primeiro contato com a letra de Seu Polícia. “Quem nos apresentou a letra foi o nosso empresário (Wander Oliveira). Ele dizia que tínhamos que gravá-la. No começo, achamos que ela não tinha muito o nosso perfil, pois falava de cerveja e de cigarro. Mudamos algumas coisas na letra e, depois da primeira gravação, sentimos que a música tinha tudo para ser sucesso. E foi”, recorda Cristiano.

 

Zé Neto & Cristiano 02 - 04012017 A dupla em 2015, durante apresentação na FM Diário

Que venha 2017!

Segundo o cantor rio-pretense, 2016 foi um ano inesquecível para a dupla. “Fomos convidados para cantar com artistas que nunca imaginávamos que iríamos dividir palco. Gente do naipe de César Menotti & Fabiano e Trio Parada Dura. Tocamos ao lado de duplas das quais sempre fomos fãs”, diz. Os compromissos foram tantos ao longo de 2016 que os dois sertanejos chegaram a ficar 60 dias na estrada, sem voltar para a casa. E o ritmo continua intenso.

“Paramos apenas no período do Natal. Passamos a virada de ano em cima do palco. Amanhã (nesta quarta-feira, 4), já embarcamos para Cascavel (PR)”, conta. O sucesso também se reflete no lado financeiro. Segundo fontes extraoficiais, o cachê cobrado no Festeja em Rio Preto, em outubro, foi de R$ 100 mil. Se depender dos dois, 2017 será melhor ainda. A dupla literalmente vai cair na estrada com a turnê baseada em seu segundo DVD, gravado em setembro do ano passado, em Cuiabá (MT).

 

Vida de celebridade

A última vez que Cristiano visitou os pais em Rio Preto foi justamente no Natal. Por conta dos inúmeros compromissos, as vindas para a cidade de origem tornaram-se mais raras. Em Goiânia, a dupla já é tida como celebridade. Ou seja, não dá para fazer coisas corriqueiras, como ir ao supermercado, sem ser abordado por fãs sedentos por um autógrafo ou uma selfie.

“O povo de Goiânia é muito caloroso. Fomos recebidos de braços abertos. Tanto que é complicado sair por aqui, pois sempre acaba virando tumulto. Em Rio Preto, é diferente. Acho que o povo já se acostumou com a gente”, comenta. Zé Neto e Cristiano formaram a dupla em 2011 e, como toda dupla iniciante, enfrentaram inúmeros obstáculos para conquistar lugar ao sol no sertanejo nacional. Desistir? Jamais. “Acho desistir uma palavra muito forte. Dificuldades existem em todas as profissões.

Duvido que não exista um ser humano que tenha ficado desanimado em algum momento de sua luta profissional”, opina Cristiano. “Em vários momentos, pensamos que não iríamos conseguir deslanchar na carreira, mas desistir nunca passou pela nossa cabeça, pois a música é a nossa grande paixão. Achávamos que iríamos viver apenas de pequenos shows, em barzinhos, mas deixar de cantar nunca”, acrescenta.

 

 

2016: o ano da sofrência

2016 foi o ano da ‘sofrência’ nas rádios brasileiras. Das dez músicas mais tocadas pelas emissoras no ano passado, conforme levantamento divulgado pela Crowley Broadcast Analysis, oito falam de dores de amor, dos términos de relacionamento ao arrependimento por um amor perdido. As únicas exceções são as canções Sosseguei, de Jorge & Mateus, classificada em sétimo lugar, e Medo Bobo, de Maiara & Maraisa, quinta colocada no top 10 das mais tocadas nas rádios (veja quadro).

A presença de Maiara & Maraisa no ranking confirma outra novidade deste ano: a ascensão das mulheres na música sertaneja. Além delas, há também as cantoras Marília Mendonça (Infiel) e Naiara Azevedo (50 Reais). O sertanejo dominou o top 10 de 2016. O único artista internacional entre os 100 mais tocados nas rádios foi Justin Bieber, que apareceu em 66º lugar, com a música Sorry.

Classificada em primeiro lugar com a canção Seu Polícia, a dupla rio-prentese Zé Neto & Cristiano bateu nomes consagrados do sertanejo nacional, como Jorge & Mateus (Sosseguei), Eduardo Costa (Pronto Falei), Marcos & Belutti (Romântico Anônimo), Victor & Leo (Vai Me Perdoando) e Gusttavo Lima (Que Pena Que Acabou). 

Top 10 das rádios

  1. Seu Polícia - Zé Neto & Cristiano (70,6 mil execuções)
  2. Infiel - Marília Mendonça (67,9 mil execuções)
  3. Pronto Falei - Eduardo Costa (65,5 mil execuções)
  4. Romântico Anônimo - Marcos & Belutti (65,2 mil execuções)
  5. Medo Bobo - Maiara & Maraísa (63,3 mil execuções)
  6. Vai Me Perdoando - Victor & Leo (62,6 mil execuções)
  7. Sosseguei - Jorge & Mateus (56,6 mil execuções)
  8. 50 Reais - Naiara Azevedo, com Maiara & Maraísa (55,9 mil execuções)
  9. Esqueci Você - Henrique & Diego (55,4 mil execuções)
  10. Que Pena que Acabou - Gusttavo Lima (55,3 mil execuções)

Fonte: Crowley Broadcast Analysis

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso