Diário da Região

Sidnei Costa Carlos Eduardo Alves, o Kadu, tornou-se mágico de maneira autodidata. Hoje, apresenta seus truques e ilusionismos em festas, feiras e eventos corporativos
Carlos Eduardo Alves, o Kadu, tornou-se mágico de maneira autodidata. Hoje, apresenta seus truques e ilusionismos em festas, feiras e eventos corporativos

Longe dos picadeiros, mas bem perto do público. Figura eternizada pelo circo na memória coletiva, o mágico continua a encantar as pessoas com truques que desafiam a razão. No entanto, a maioria não está mais no circo. Hoje, eles estão em todos os lugares, das festas de debutantes às palestras motivacionais, dos lançamentos de produtos aos programas de auditório.


Na região de Rio Preto, os mágicos, também chamados de ilusionistas, confirmam esse movimento da mágica em direção aos mais diferentes tipos de eventos. Há dez anos vivendo profissionalmente da mágica, o catanduvense Vitor Hugo já fez um helicóptero surgir diante de 700 pessoas em um evento corporativo e já tirou muita debutante de dentro de uma imensa caixa preta.


"O ilusionismo me fez viajar por todo o Brasil e por vários países. Já fiz apresentações nas mais diferentes situações", orgulha-se ele, que, no ano passado, viajou para Angola, onde apresentou seus truques em um leilão de gado, além de encantar crianças em uma incursão por bairros de periferia. "Foi um dos momentos mais marcantes da minha carreira."


O primeiro kit


Para a maioria dos mágicos, o primeiro contato com o mundo do ilusionismo se deu na infância, com aqueles tradicionais kits de mágica vendidos em lojas de brinquedos. "Eu brincava muito de mágica quando criança, mas não imaginava que iria me tornar um profissional.


Sou autodidata e a mágica começou a ganhar uma grande proporção na minha vida a cada truque novo que dominava", conta o rio-pretense Carlos Eduardo Alves, o mágico Kadu. Além de festas, feiras e eventos corporativos, ele também participa de palestras motivacionais, usando a mágica como recurso para sensibilizar as pessoas.


E foi justamente assistindo a uma apresentação do mágico Kadu em uma festa que Vandré Isaac, também de Rio Preto, viu-se conquistado pelo ilusionismo, atuando profissionalmente com a mágica há três anos. "Na época, nós (ele e Kadu) não éramos amigos. A forma como o Kadu apresentou seu truque me motivou a aprender. Comprei kits, livros, DVDs, mergulhei a fundo nesse universo, e já fiz mágica em ocasiões bem especiais, como no DVD do cantor Lucas Lucco e no quadro 'Se Vira nos 30', do Faustão", conta Isaac.

Arquivo Pessoal Mágico rio-pretense Vitor Hugo durante encontro com crianças da periferia de Angola, na África, ano passado

Técnica x performance

Para um mágico, o que é mais desafiador: dominar a técnica ou envolver o público com seu truque de ilusionismo? Conforme os profissionais ouvidos pelo Diário, o domínio da técnica não valerá de nada se o mágico não conseguir envolver as pessoas na sua apresentação, o que exige postura, voz, persuasão e improviso.

"Tem profissional que encanta com um simples truque de tirar o coelho da cartola. Não é a técnica, mas como ela é apresentada. Tanto que há mágicos que se dedicam apenas a criar truques para vender a outros profissionais, sem se apresentar ao público", sinaliza o ilusionista Vitor Hugo.

Já Vandré Isaac usa como exemplo o novo quadro do "Domingão do Faustão", o "Truque VIP", em que celebridades são desafiadas a apresentar números de mágica. "O quadro envolve artistas habituados com os palcos, com as apresentações em público. Isso é fundamental na execução de um número de mágica. Tanto que os concorrentes estão se dando bem, apesar do pouco conhecimento de mágica", opina.


Curso de iniciação

Atuando com mágica há 17 anos em Rio Preto, Luciano Daguano ministra, desde o ano passado, um curso de iniciação para mágicos no espaço do coletivo A Casa - Arte e Cultura, no bairro Boa Vista.

Voltado para o público adulto, o curso é dividido em quatro modalidades: cartomagia (truques com cartas de baralho); mentalismo (adivinhações); habilidades manuais (truques com pequenos objetos); e improviso. "O curso envolve um repertório básico de truques, ideal para quem quer ingressar no mundo da mágica", sinaliza. A previsão é de que as aulas retornem em fevereiro.


Veja abaixo videorreportagem:




Seis passos para se tornar um mágico

1) Tenha kits de mágica


A maioria dos mágicos teve seu interesse pela mágica despertado na infância, por meio dos kits de mágica. Os kits trazem truque simples, que são ótimos para ingressar no mundo do ilusionismo. Há kits com diferentes técnicas, com preços que vão de R$ 35 até R$ 100

2) Pesquise na web


Na internet, há inúmeros fóruns e páginas dedicadas ao universo da mágica. Para quem está começando, é uma ajuda e tanto para aprender técnicas básicas e esclarecer dúvidas

3) Faça mágica para amigos


Os amigos são a primeira plateia de um mágico. Então, não deixe de compartilhar seu repertório de truques nos momentos de lazer ao lado deles. Ajuda muito para exercitar a apresentação pessoal e o improviso

4) Compre livros e DVDs


Há publicações dedicadas aos inúmeros tipos de mágica, com truques mais apurados e dicas de profissionais que atuam há um bom tempo no ramo

5) Descubra seu estilo


Cada mágico é especialista em um estilo de mágica. Os estilos mais conhecidos são o “close-up”, com truques que são feitos bem próximos do público (roda de amigos ou mesa de uma festa); o escapismo, em que o mágico é desafiado a se soltar de cordas ou sair de uma caixa; o mentalismo, que envolve as adivinhações; além das mágicas de salão e de palco e as grandes ilusões

6) Aprenda a envolver


Conhecer a técnica é o mais fácil para um mágico. Difícil é conseguir envolver o público e fazê-lo acreditar naquele truque de ilusão. Por isso, postura, voz e improviso são fundamentais para um bom e carismático mágico






Clique aqui e confira a programação de Eventos & Shows






>> Leia aqui o Diário da Região Digital

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.