Diário da Região

30/09/2017 - 00h00min

PROJETO

Clube do blues quer fomentar gênero em Rio Preto

PROJETO

Johnny Torres 27/09/2017 Músicos que acompanham Edu Sellitto durante passagem de som na última quarta-feira, na Casa do Blues
Músicos que acompanham Edu Sellitto durante passagem de som na última quarta-feira, na Casa do Blues

Rio Preto ganhou a cerca de dois meses um clube do blues, cujos membros querem movimentar a cena musical blueseira em Rio Preto, com mais atrações e público em um espaço dedicado ao estilo. Criado pelos músicos Edu Sellitto, Lucas Rocha e Victor Hugo, o grupo quer ser um refúgio para que o estilo possa ser executado na sua excelência musical e reunir fãs e músicos que se sentem deslocados na terra reinada por outros gêneros, com destaque para o sertanejo.

A cada 15 dias, sempre às quartas-feiras, o grupo de músicos e apreciadores se reúnem na Casa do Blues, pub especializado no mundo do blues e rock, localizada na rua Marechal Deodoro, no bairro Boa Vista. A primeira reunião aconteceu no dia 2 de agosto e desde então já se apresentaram no palco bandas como Black River Dogs, Luigi e os Pirandellos, Big Blues Trio, Groove Street e Edu Sellitto Trio.

Edu Sellitto, conta que o clube do blues não tem a finalidade de reunir um grande número de integrantes, mas tem como objetivo expor e promover o blues, os músicos e bandas locais, além de incentivar a interação entre o público apreciador da boa música. Na Casa do Blues, além das apresentações com bandas ao vivo, o público confere projeção de vídeos, filmes e músicas com os grandes mestres do blues nacional e internacional.

Show

No última quarta-feira, 27, a reunião do clube do blues contou com show de Edu Sellitto, que estava acompanhado pela banda formada por Sandro Delgado (baixo), João Carlos (gaita) e Steve Route (bateria). Eduardo Eloi, que é de Santos e integra a banda Dog Joe, fez uma participação especial. O clube do blues ainda busca integrar outras artes em suas ações. Na última reunião, por exemplo, houve o lançamento da HQ Sonata, do cartunista Alex Sander. A publicação já havia sido lançada na Comic Con Experience 2016. O evento teve o apoio da Associação Musical Riopretense (Amurp).

Alex Sander afirma que a experiência foi positiva. “Foi muito massa estar ali com os meus amigos e tive um feedback bem positivo. Pelo fato de eu ser músico, além de quadrinista e ilustrador, já venho integrando as artes (música e história em quadrinhos) já algum tempo com os trabalhos, que inclui Gibi Jazz, Ligación e agora com a HQ Sonata. Os meus próximos trabalhos que irão sair no começo de 2018, por editoras, também tem integração de música e HQ”, afirma Sander, que está compondo um trabalho autoral na música.

O clube tenta trazer para a noite rio-pretense a atmosfera intimista dos clubes nova-iorquinos. Sellitto conta que as reuniões acontecem na Casa do Blues porque o espaço tem uma vibe especial e os artistas adoram tocar lá. “Queremos servir de ponte para conectar os músicos talentosos da cidade como público apreciador. Esse tipo de colaboração é essencial para fazer o público de blues continuar a crescer.”

Outro objetivo do clube do blues é captar imagens das apresentações. “Como rola muito improviso nos shows é preciso fazer registros, principalmente porque é impossível repetir a mesma apresentação em outro dia. Vamos captar áudios e vídeos para poder divulgar. Queremos fomentar a cena do blues na cidade e região.” Segundo Edu, a Casa do Blues cedeu espaço e tem equipamento necessários para comportar ótimos shows.

Casa do Blues Casa do Blues está localizada na rua Marechal Deodoro

Música e gastronomia

A proposta do clube do blues é abrir o palco para artistas do estilo, promovendo também shows exclusivos e alguns encontros inéditos. Além de uma apresentação ao vivo, com uma banda de blues, a reunião do clube termina com uma jam session com músicos. 

Hoje, o clube do blues em Rio Preto é coordenado também por Fernando Poiana, guitarrista da banda Luigi e os Pirandellos. Poiana, que escreve quinzenalmente na coluna Painel de Ideias, no jornal Diário da Região, afirma que a cena blueseira/blues rock já existia, mas não no modo como vem se delineando nos últimos tempos. 

Edu Sellitto conta que o clube do blues está aberto para novos membros. “Queremos fomentar cena musical da cidade, que nunca esteve com tanta produção como agora em todos os estilos musicais.” Veterano, Selitto tem 30 anos de carreira e conta que é sempre importante ter uma troca de informações entre músicos jovens e experientes.” A próxima reunião do clube do blues será no dia 11 de outubro.

Funcionamento

A Casa do Blues funciona em um prédio localizado na rua Marechal Deodoro, 2339, desde abril deste ano. Antes, o pub estava instalado em Catanduva e havia sido inaugurado em 2009. 

O espaço abre as portas para shows clássicos de blues e rock ao vivo de terça-feira a domingo, a partir das 18h. O público que costuma ir ao espaço é bem eclético, segundo a proprietária Lucimar Gusmão. 

O espaço oferece no cardápio porções, pratos individuais e lanches diversos, além de bebidas importadas e nacionais e cerveja artesanal. Informações: (17) 99149-1352. 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso