Diário da Região

26/07/2017 - 00h00min

ORIENTAÇÃO SEXUAL

Famerp abre debate sobre sexualidade

ORIENTAÇÃO SEXUAL

Orlandeli NULL
NULL

O Brasil é o país que mais mata travestis e transexuais no mundo. Somente no ano passado, foram 127 mortes registradas, uma a cada três dias. Nesse contexto, em que a violência é predominante, iniciativas para o esclarecimento da população acerca da sexualidade e da identidade de gênero são extremamente importantes na construção de uma realidade social que promova e inclua travestis, transexuais e outras minorias marginalizadas, como gays, lésbicas e bissexuais.

Apesar do pensamento hegemonicamente conservador que ainda predomina na academia de modo geral, as universidades brasileiras assumem um papel de interlocutoras nas discussões que buscam evidenciar a sexualidade e a identidade de gênero como uma construção social, algo que se dá ao longo de toda a vida, e não que se restringe somente ao sexo biológico de cada indivíduo.

Em Rio Preto, um dos exemplos vem do Grupo de Estudos em Sexualidade e Gênero (GSEX), ligado à Faculdade de Medicina e Enfermagem (Famerp), que há dois anos realiza eventos abertos à comunidade para discussão das questões relacionadas à sexualidade e à identidade de gênero. Um novo evento será realizado na noite desta quarta-feira, 26, no Anfiteatro Fleury. Trata-se do Fórum: Sexualidade e Gênero, cujo objetivo é promover discussões e reflexões a partir de importantes vertentes teóricas sobre o tema, como a ‘queer theory’, a teoria feminista e a psicanálise.

“Em meio a uma realidade social como a brasileira, marcada pela exclusão e pela invisibilidade daqueles que não se enquadram no esquema cis-hetero-normativo, o evento propõe uma discussão do tema em uma perspectiva crítica, favorecendo a conscientização acerca das questões relacionadas com a desigualdade socioeconômica e com a opressão social de sexo, gênero e orientação sexual”, comenta o estudante de medicina Fernando Valverde, coordenador do fórum.

Responsável por uma das atividades da programação, que relaciona a psicanálise aos estudos de gênero, o também estudante de medicina João Torrecillas Sartori reconhece a importância de tais iniciativas no ambiente acadêmico, tanto no esclarecimento da comunidade como na formação dos profissionais da área médica. “A formação em medicina é muito incipiente nesse sentido. No entanto, o profissional terá contato com essa questão cotidianamente durante o exercício de sua profissão”, diz. 

Pesquisador da psicanálise, Sartori coordena dentro da Famerp o Grupo de Estudos em Teoria Psicanalítica (GETP), que tem como proposta a difusão dos conhecimentos dessa área na comunidade. “A psicanálise, desde os tempos de (Sigmund) Freud, tem uma visão bastante transgressora sobre sexualidade e gênero. Segundo Freud, não há predeterminismo quando se trata do desejo humano. Não deve haver uma normatização, mas, sim, algo construído de acordo com a história de vida de cada pessoa”, destaca.

Serviço

  • Fórum: Sexualidade e Gênero. Hoje, a partir das 18h30, no Auditório Fleury (Famerp). Taxa de inscrição: R$ 15 (alunos da Famerp) e R$ 20 (comunidade em geral)

Programação

  • 18h30 - Credenciamento
  • 19h - Palestra ‘Sexo, Gênero e Sexualidade: Uma Introdução à Discussão’ (psicóloga e psicanalista Sara Araújo)
  • 19h40 - Palestra ‘A Questão das Identidades de Gênero: Reflexões sobre a Prática Clínica’ (psicóloga e psicanalista Anyela G. Monteiro)
  • 20h30 - Coffe break
  • 20h50 - Mesa redonda ‘Identidades, Sexo e Gênero: Perspectivas’
  • 22h - Encerramento

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso