Diário da Região

20/09/2017 - 00h00min

COMPORTAMENTO E EDUCAÇÃO

Colégio Coeso lança ação para conscientizar sobre o suicídio

COMPORTAMENTO E EDUCAÇÃO

Divulgação Livro é usado como base para debate
Livro é usado como base para debate

O suicídio é um dos problemas de saúde pública mais preocupantes no Brasil. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de de 800 mil pessoas morrem pelo gesto extremo todos os anos. Para ajudar na conscientização e prevenção do autoextermínio, o Colégio Coeso, de Rio Preto, lança uma ação que integra a campanha Setembro Amarelo, que é um movimento mundial para informar a população sobre o assunto e revelar que existe prevenção em mais de 90% dos casos.

Nesta quarta-feira, 20, às 11h, no colégio localizado no Jardim Walkiria, estudantes entre 12 e 17 anos, professores de várias áreas e especialistas em comportamento irão bater um papo sobre o assunto. O objetivo da ação tem como objetivo fazer os adolescentes se educarem, aprenderem e discutirem cada vez mais sobre o suicídio.

De acordo com a coordenadora do colégio, Sandra Reis Machado, o mundo ainda acredita que seja um tabu falar sobre isso. No entanto, a ação da escola foi criada com o intuito de quebrar este tabu. “A primeira ação será com os alunos neste encontro, depois teremos uma sensibilização com os pais na Mostra Cultural do colégio e por último uma palestra para os pais.”

A programação da ação contará com a exibição de um vídeo do professor e escritor André Trigueiro. Rafaella Carioca Aguiar Persegona, psicóloga clínica que atende no Hospital Bezerra de Menezes, também participará do evento. Vitória Gonçalves Miguel Pedro, 17 anos, que integra o Projeto musical As Valquírias, também estará presente. A jovem, que já atentou contra a sua própria vida, agora promove ações de prevenção em torno do assunto. Uma representante da Prefeitura Municipal também vai compartilhar seu conhecimento sobre o tema.

Além do suicídio, o evento vai abordar questões como a depressão, bullying, drogas e dependencia química. O projeto é multidisciplinar e orientado pelas professoras Fernanda Maria Candido, Estefania Victorrasso Alvarenga e Elide D'Annibale. A ação também envolverá um projeto de leitura, baseado nos livros As Vantagens de Ser Invisível, de Stephen Chbosky, e A Metade de uma Rosa, de Jonas Ribeiro. “O evento será fechado para alunos, mas queremos incentivar que outras escolas de Rio Preto também criem ações que abordem o suicídio e outros temas tabus”, afirma Sandra.

 

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.