Diário da Região

06/06/2017 - 00h00min

Programa Semente

Palestra aborda habilidade socioemocional dentro da escola

Programa Semente

Tomar decisões importantes, ter responsabilidade, empatia, determinação, ser proativo e controlar emoções são pontos importantes para se viver bem em sociedade Características e ações que, se colocadas em prática desde a infância, podem refletir positivamente na vida profissional e pessoal dos adultos. 

Quem garante é Eduardo Calbucci, diretor do Programa Semente. Ele defende a inclusão de competências socioemocionais na rotina escolar e vai falar sobre este tema em uma palestra nesta terça-feira, 6, em Rio Preto. Ao lado de Tania Fontolan, outra diretora do programa, ele coordenará a palestra ‘Programa Semente: o elo entre a BNCC e sua escola’, a partir das 14h, no Gran Rio Park Hotel.

No encontro, Calbucci, que é professor de português, falará basicamente sobre a importância do aprendizado das habilidades socioemocionais na educação brasileira, desde as primeiras aulas de uma criança até o ensino médio. “Hoje em dia, a escola pode ir além dos ensinos das disciplinas comuns da grade curricular”, orienta.

A palestra é indicada para um público específico, como diretores, coordenadores e profissionais da educação em geral. 

“São pessoas que trabalham dentro da sala de aula e sabem da rotina escolar. A ideia é revelar que a mesma criança que aprende inglês, matemática e ciências pode estudar sobre autoconhecimento e autocontrole, e ser incentivada a refletir sobre suas emoções e se conhecer melhor”, afirma Calbucci. 

O programa Semente foi criado por ele e pelo médico psiquiatra Celso Lopes de Souza. “Unimos as duas experiências para montar a iniciativa. O objetivo é contribuir para a alfabetização emocional.” 

A metodologia, que está sendo oferecida a escolas brasileiras, é uma possibilidade de preparar os alunos a lidar com as habilidades socioemocionais, através do domínio das emoções. Hoje, segundo Calbucci, cerca de 20 mil alunos já estão colocando em prática as habilidades. “A ideia é expandir e encontrar novos parceiros”, explica. 

Entenda melhor

A preocupação em desenvolver habilidades como empreendedorismo, empatia e responsabilidade está na nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e prevê, de fato, a inclusão das habilidades socioemocionais no currículo escolar. 

Com isso, as escolas brasileiras precisam se preparar para incluir essas habilidades no projeto pedagógico. Além de ensinarem disciplinas como matemática, português e física, por exemplo, elas terão de desenvolver competências como resiliência, autocontrole, empatia, respeito e habilidades sociais.

Serviço

Programa Semente: o elo entre a BNCC e sua escola. Palestra nesta terça-feira, 6, às 14h, no Gran Rio Park Hotel (Rua XV de Novembro, 3.150, Centro). Informações: www.programasemente.com.br

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso