Diário da Região

20/09/2017 - 20h59min

JORNALISMO LITERÁRIO

Lillian Ross morre aos 99 anos nos EUA

JORNALISMO LITERÁRIO

Patrick McMullan/PMc Lillian Ross é uma das pioneiras do jornalismo literário
Lillian Ross é uma das pioneiras do jornalismo literário

Uma das pioneiras do jornalismo literário, famosa por seu trabalho na revista New Yorker, Lillian Ross morreu, aos 99 anos, em Nova York, nos EUA. A informação é do New York Times.

A causa da morte, segundo a sua antiga editora, Susan Morrison, foi um acidente vascular cerebral. Ela estava no Lenox Hill Hospital, na ilha de Manhattan.

Ross começou a carreira em 1945, quando foi contratada por William Shawn, editor da New Yorker. Anos depois, ela sugeriu para Shawn retratar a visita a um set de filmagens, em Hollywood, como um romance. Foi assim que a revista começou a abrir um espaço de "histórias não fictícias", que veio a ser usado por Truman Capote tempos depois.

Lillian Ross ficou famosa, também, por consolidar a expressão do jornalista como a "mosca na parede". Em Here but Not Here: A Love Story, polêmico livro lançado por ela em 1998, Lillian revelou que ela e Shawn, que era casado, tiveram um relacionamento amoroso que durou mais de 50 anos.

Lillian Ross deixa um filho, Erik, nascido em 1965 e que foi adotado por ela.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso