Diário da Região

19/02/2017 - 00h00min

NETFLIX

Brasileiros são os que mais 'traem' o parceiro

NETFLIX

Orlandeli NULL
NULL

Há um novo tipo de adultério na praça. Ele acontece no ambiente da internet e afeta muitos casais. Essa matéria não trata das traições cometidas por meio de aplicativos de relacionamento, mas da infidelidade dos casais no Netflix, o famoso serviço de streaming de séries e filmes. O modo como essa traição se estabelece é o mesmo entre todos os casais: a pessoa assiste sozinha ao episódio de uma série, mantém isso em segredo e acaba vendo novamente ao lado do parceiro ou da parceira só para não ser descoberta.

Na Netflix, o Brasil é líder de audiência nesse tipo de infidelidade, segundo dados de uma pesquisa on-line feita pelo canal de streaming, no ano passado, com 30.267 usuários de todo o mundo. Com o advento das transmissões on-line, assistir a filmes e séries tornou-se o programa preferido de muitos casais. E essa nova tendência traz consigo um novo problema: a traição. Conforme os resultados da pesquisa, 46% dos participantes admitiram já ter cometido esse tipo de traição. 

Na análise por país, o Brasil lidera ao lado do México, com a confissão de 58% dos entrevistados. Dos infiéis, 45% disseram nunca ter confessado a infidelidade, enquanto 61% pretendem continuar traindo enquanto não forem descobertos. O Diário ouviu casais de Rio Preto sobre o assunto, constatando que a traição no ambiente da Netflix é um ato realmente difícil de ser confessado. O catálogo de filmes é o mais acessado pelo casal de namorados Lukhas Karibe e Mariana Cavallari, de Rio Preto, e, por isso, é mais difícil rolar um ato de infidelidade.

No entanto, Karibe conta que a namorada já viu antes dele as três temporadas da cultuada série Black Mirror. “A gente combinou de não falar sobre o assunto até eu terminar de ver. Se rolar um spoiler, é briga na certa”, brinca ele. Juntos há 12 anos, o casal de namorados Alex Silva Santos e Cássia Valsechi, também de Rio Preto, não veem esse tipo de infidelidade como algo ruim. Pelo contrário, isso até ajuda. “Ela já viu episódio antes de mim e me sinalizou para não perder tempo e pular para o próximo. Recentemente, comecei a ver Santa Clarita Diet. Assisti a dois episódios e não gostei.

 

Cássia e Alex - 18022017 Cássia e Alex não veem esse tipo de “pulada de cerca” como algo ruim. “Já aconteceu de ela assistir a um episódio antes de mim e me sinalizar para não perder tempo e pular para o próximo”, diz o namorado

Ela começou a assistir sozinha e está adorando. Não vejo isso como uma traição”, comenta Santos, que comanda no YouTube o canal O Nada, em que dá dicas de séries, filmes e outros programas. Entre os dois, qualquer ato que configure infidelidade pode ser descoberto, pois eles compartilham a conta da Netflix. “Às vezes, entro sem querer pelo perfil dela e ela pelo meu, e acabamos vendo sem querer o que o outro assistiu recentemente”, conta. No entanto, o casal não consegue conceber uma traição em uma maratona em torno de uma série. 

“Maratona é o programa ideal para fazer a dois. É muito mais bacana que sozinho, pois vamos comentando ao longo dos episódios”, opina. Ainda segundo a pesquisa on-line da Netflix, a série que mais causou adultério no canal de streaming foi The Walking Dead: 33% dos entrevistados disseram que já enganaram seus parceiros por causa dela. Por outro lado, o Brasil também despontou no ranking dos mais tolerantes: só 18% já discutiram por causa disso. Bem diferente de Hong Kong, onde 40% consideram tal atitude motivo até para separação.

Traições na Netflix

No Brasil

  • 58% dos usuários da Netflix confessaram que já traíram o parceiro assistindo sozinhos a uma série e mantendo isso em segredo
  • 53% dos infiéis são do sexo masculino 
  • 48% dos ‘adúlteros’ traíram três vezes ou mais
  • 16% dos usuários da Netflix consideram que trair no canal é pior do que ter um amante
  • 18% já discutiram por causa de uma traição desse tipo
  • 46% não consideram grave esse tipo de traição

No Mundo

  • 46% dos usuários da Netflix confessaram que já traíram o parceiro vendo sozinhos uma série
  • 45% não confessaram a traição
  • 61% continuarão traindo se ninguém descobrir

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso