Diário da Região

14/09/2016 - 19h19min

Desculpe o Transtorno

Gregorio e Clarice se reencontram nas telonas

Desculpe o Transtorno

Divulgação Gregorio Duvivier e Clarice Falcão (no centro) estrelam com Dani Calabresa a comédia romântica Desculpe o Transtorno
Gregorio Duvivier e Clarice Falcão (no centro) estrelam com Dani Calabresa a comédia romântica Desculpe o Transtorno

O cinema nacional anda cercado pela polêmica nesta semana. Começou com a não indicação de Aquarius para representar o Brasil na busca de uma vaga no Oscar. O filme de Kleber Mendonça Filho, sucesso de público e crítica, perdeu para Pequeno Segredo, que ainda nem estreou. Os defensores de Aquarius passaram então a acusar a comissão do Ministério da Cultura de retaliação pelo posicionamento político contrário dos produtores do filme ao governo Temer. 

Outra situação que “causou” entre os internautas foi o artigo de Gregorio Duvivier em sua coluna na Folha de S. Paulo, Desculpe o Transtorno, em que conta detalhes de sua história de amor com Clarice Falcão. Teve quem se emocionasse, e teve quem acusasse o ator, escritor e comediante de se aproveitar de algo íntimo entre ele e a ex-mulher para promover o filme deles. Se foi intencional ou não, o fato é que funcionou: o texto ficou entre os mais comentados nas redes sociais e, claro, criou um hype em torno do longa que não existia - o filme estreia nesta quinta-feira, 15.

“Imagine ter uma vida metodicamente organizada e ser surpreendido por uma faceta desconhecida de sua própria personalidade que faz com que seu dia a dia se transforme num verdadeiro, e delicioso, caos”, diz o texto de apresentação de Desculpe o Transtorno, comédia romântica que, além de Duvivier e de Clarice, conta com Dani Calabresa fechando o triângulo amoroso. No filme, Eduardo (Duvivier) tem seu pior inimigo dentro dele mesmo - Duca, seu alter ego malucão. A vida de Eduardo é organizada e previsível. Seus sonhos se resumem a virar sócio da empresa do pai e casar com a controladora Viviane (Calabresa).

Mas uma notícia inesperada transforma sua rotina. Abalado com as lembranças, ele sofre um choque psicológico e se transforma em Duca, seu “outro eu”, mais descontraído e inconsequente. Diagnosticado com dupla personalidade, Eduardo terá de se desdobrar para encontrar sua verdadeira identidade. Para isso, contará com a ajuda dos amigos, vividos por Rafael Infante (antigo parceiro de Porta dos Fundos, assim como Clarice) e Daniel Duncan, além da extrovertida e solar Bárbara, de Clarice Falcão, por quem Duca se apaixona.

Marcos Caruso e Zezé Polessa também marcam presença no elenco. A direção é de Tomás Portella, de Qualquer Gato Vira-Lata e Operações Especiais. Analisar um filme pelo trailer não é muito justo, mas para quem viu as primeiras sequências de Desculpe o Transtorno não deve estar, assim, superanimado com ele, não. Pelo menos não transparece estar à altura do talento de seu elenco principal, entregando-o mais a estereótipos.


Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso