Diário da Região

12/01/2016 - 12h19min

MENORES NO CRIME

Seis adolescentes são detidos em apenas um dia em Rio Preto

MENORES NO CRIME

Seis menores foram apreendidos em Rio Preto, nesta segunda-feira, dia 11. Em um dos casos, dois adolescentes de 13 e 15 anos foram flagrados tentando furtar um celular no Terminal Rodoviário por volta das 17h.

Segundo registro policial, a vítima, a secretária N.F.S, 35 anos, estava andando pelo terminal quando um dos adolescentes passou, tentando tirar o celular de sua mão. Ao perceber a situação, ela conseguiu segurar o aparelho e começou gritar, alertando as pessoas em volta. Os adolescentes tentaram correr, mas acabaram detidos pela Polícia Militar, que estava no local. Os dois foram apreendidos e, posteriormente, entregues aos responsáveis legais. 

Em outro caso, três adolescentes, de 14, 15 e 17 anos foram abordados pela Polícia Militar, no bairro Santo Antonio, em um local conhecido pela PM como ponto de venda de drogas.

Segundo informações do boletim de ocorrência, por volta das 15h30, os menores foram encontrados com 18 porções de maconha, embaladas para venda, e R$ 170 em dinheiro. Além disso, os adolescentes teriam confessado que vendiam drogas naquele local.

Os menores foram levados à Central de Flagrantes. Eles foram apreendidos por tráfico e associação ao tráfico de drogas e encaminhados à cadeia de Catanduva, onde permanecem à disposição da Justiça Pública. O caso será investigado pelo 4º Distrito Policial.

Ainda na segunda-feira, durante a noite, outro adolescente de 17 anos foi detido por tráfico de drogas, desta vez no Centro de Rio Preto. 

De acordo com registro policial, o menor foi abordado pela PM e com ele foram encontradas trinta e sete pedras de crack e quatro porções de maconha, todas embaladas para venda, além de R$ 45 em dinheiro. O adolescente teria confessado que comprou a droga na Vila Toninho com o intuito de vender no centro da cidade para ganhar dinheiro.

À polícia, o menor disse ainda que mora na rua há três anos, fato confirmado pelo projeto "Só Por Hoje", que atendia o jovem até o final do ano passado. Há quase dois meses ele teria sido entregue à seus familiares, mas retornou à rua. Nenhum famíliar foi localizado para buscá-lo na Central de Flagrantes. 

Mesmo sem a presença de um responsável legal, o menor foi liberado. O caso será investigado pelo 1º Distrito Policial.

Colaborou Laura Karan

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.