Diário da Região

22/03/2016 - 00h00min

CONSCIENTIZAÇÃO

No Dia Mundial da Água, veja bons exemplos para preservar

CONSCIENTIZAÇÃO

Mara Sousa Dona Ondina rega planta com água da chuva
Dona Ondina rega planta com água da chuva

Quando a campainha estalou, dona Ondina Gandara D'Osualdo se preparava para o aniversário de uma das netas. Na calçada, um fiscal do Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto) com a missão de caçar possíveis irregularidades, o popular gato, em sua casa de três quartos, dois banheiros e um espaço tomado por plantas. O baixo valor da conta de Ondina levantou a suspeita. “Ele veio para saber se tinha alguma gambiarra e quebrou a cara”, conta Ondina.

“Hoje, pago no máximo R$ 23. É pouco para uma casa desse tamanho e com minhas plantinhas no quintal.” Entre as plantas da casa de dona Ondina, na Redentora, há palmeiras ornamentais e um pé de jabuticaba. Ela vive uma batalha diária em meio ao desperdício do bem mais precioso da Terra. Basta chover que ela espalha baldes e tambores pelo quintal para captar água. “Aproveito essa água para regar as plantas. Também uso a água da máquina de lavar roupas para limpar o quintal.”

 

Hilton Hugo - 22032016 Engenheiro Hilton Hugo em frente ao prédio que usou conceito de construção seca

O respeito pela natureza surgiu desde a infância.

“Aprendi com minhas avós (materna e paterna). No fundo de casa, havia um rio, e era a nossa maior alegria. Brincávamos, como também utilizávamos para lavar roupa. Antigamente, havia mais respeito pela natureza.” Rio Preto produz diariamente 120 milhões de litros de água. Pelo menos 30%, isto é, 36 milhões de litros, são desperdiçados: a maioria, 25% por problemas físicos, como canalizações danificadas, e o restante por ‘gatos’.

Obra seca

A construtora Hugo Engenharia em Rio Preto implantou em suas obras o conceito 'obra seca', e contabiliza uma economia milionária em litros. Para edificar o prédio, de 354 salas comerciais, substituíram alvenaria, reboco e argamassa por gesso acartonado, fachadas de vidro e alumínio, piso elevado e sistema de carenagem. “Gasta-se muita água com a parte de alvenaria, reboco e contra-piso. Com essas medidas, estimamos ter economizado um milhão de litros de água, o equivalente ao consumo de uma pessoa durante 13 anos”, disse o engenheiro civil e diretor da empresa, Hilton Hugo da Silva Fabri.

 

Área de Preservação Permanente no rio Turvo - 22032016 Área de Preservação Permanente no rio Turvo que recebeu investimentos de usina da região

Em outro empreendimento, o grupo teve a ideia de aproveitar a água do ar-condicionado para lavar o condomínio e regar o jardim. “Essa água que escorre pelo dreno do ar passa por uma condensação, tem boa qualidade, porém é considerada residual, e normalmente vai para o esgoto. Fizemos um tratamento simples, com cloro, para reutilizar. Para ter ideia, um ar-condicionado de 10 mil BTUs produz 8 litros de água em 10 horas. Nesse empreendimento, há 396 suítes. Considerando apenas os quartos, há um aproveitamento de 3 mil litros de água por dia”, disse o engenheiro.

Recuperação de nascentes

Com um investimento de R$ 180 mil, a Usina Guarani, com unidades na região, visa recuperar pelo menos nove das APPs (Áreas de Preservação Permanente) das nascentes: quatro em Olímpia, três em Severínia e outras duas em Barretos. “A partir da avaliação da nascente, elaboramos um projeto de recuperação florestal das APPs das nascentes, com espécies de árvores nativas, visando a proteger os recursos hídricos superficiais dos Córregos, assim como aumentar a biodiversidade regional. Também é feito desvio para água fluvial e evitar assoreamento”, explica Edson Luiz Carvalho, gerente do Meio-Ambiente da Guarani. A ideia é levar o projeto para outras regiões. “Temos um banco com 500 mil mudas e queremos chegar a 700 mil. O grupo se preocupa com a questão hídrica no País”, disse Carvalho.

 

Arte - dicas de economizar água - 22032016 clique na imagem para ampliar

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.