Diário da Região

19/06/2015 - 00h00min

LIMPEZA DE CASA

Agentes de combate a endemias reclamam de desvio de função

LIMPEZA DE CASA

Guilherme Baffi Agentes afirmam que cerca de 960 casas deixaram de ser visitadas
Agentes afirmam que cerca de 960 casas deixaram de ser visitadas

O Conselho Municipal de Saúde (CMS) de Rio Preto quer explicações da Prefeitura sobre possível desvio de função de agente de combate a endemias. O CMS recebeu nove reclamações dos profissionais e encaminhou documento à Secretaria de Saúde pedindo esclarecimentos. Os agentes, que nas imagens aparecem como de saúde, na verdade são de combate de endemias. Os profissionais afirmam que não é atribuição deles limpeza de casas de acumuladores de lixo.

“Temos de verificar a questão de pragas e criadouros, e não retirar bicho morto, móveis velhos, entre outros itens. Isso é desvio de função”, afirmou um agente que preferiu não se identificar. Os funcionários realizaram ontem e anteontem a limpeza de um imóvel no Jardim Soraya. A casa estava repleta de material inservível, dentro e fora dos cômodos. Foram recolhidas 22 toneladas apenas no primeiro dia.

De acordo com os agentes, essa é a terceira vez no ano que fazem esse tipo de serviço. “Sempre que surgem, nos chamam. Antes, eles colocavam presos do Instituto Penal Agrícola (IPA) para fazer isso”, afirmou outro.

Os agentes de combate às endemias são responsáveis pela eliminação de criadouros em locais estratégicos, como terrenos, em imóveis especiais, como é o caso de hospitais, e nas casas, principalmente quando há casos confirmados de dengue. Cada agente visita em média 40 casas em um dia, ou seja, se os 12 agentes que trabalharam nos últimos dois dias no Jardim Soraya fossem só a imóveis comuns, eles deixaram de visitar 960 residências.

“Chegaram as reclamações, fizemos o acolhimento da denúncia, geramos um relatório e encaminhamos para a Prefeitura tomar providências. Estamos aguardando resposta em dez dias”, afirmou o secretário executivo do CMS, Júlio Caetano. Uma reunião entre representantes de agentes e a secretária de Saúde, Teresinha Pachá, foi marcada para hoje.

A pasta, por meio de sua assessoria, nega desvio de função e afirma que nas atribuições específicas dos agentes de combates a endemias está prevista a execução de ações de manejo ambiental em locais de risco sanitário voltado ao controle de vetores, pragas e doenças. A informação consta no edital do concurso público realizado no ano passado.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso