Diário da Região

03/06/2015 - 00h35min

Para aluno autista

Juiz manda Escola colocar professor extra

Para aluno autista

Sergio Isso Vinícius, ontem, ao chegar da escola, depois de dois meses fora
Vinícius, ontem, ao chegar da escola, depois de dois meses fora

O juiz da Infância e Juventude de Rio Preto, Evando Pelarin, determinou que o Estado custeie um professor auxiliar para um estudante autista de 12 anos. O menino é aluno do sétimo ano da escola estadual Victor Britto Bastos. Vinicius voltou a frequentar a escola ontem, depois de dois meses em casa. O jovem chegou a ter aulas em escola comum acompanhado de um professor auxiliar no ano passado, por causa de uma liminar, medida que foi derrubada no início desse ano. Sem o profissional, o menor teve de abandonar a escola.

"Com o professor auxiliar, meu filho começou a entrar no mundo da alfabetização. Descobriu que tinha capacidade de ler e escrever e participar das aulas", afirmou a enfermeira Raquel Araújo, 41 anos. O menino sempre estudou em classes comuns. Primeiro na escola municipal Bosque Encantado, depois no colégio Lydia Sanfelice, também do município. No ano passado, foi transferido para escola estadual Victor Britto Bastos. 

Foi então que a mãe resolveu buscar auxílio da Justiça para pedir um professor auxiliar para o filho. Sem o auxílio, ele chegou no 5º ano do ensino fundamental sem ser alfabetizado. "Ele ia sozinho e a escola ia levando nas coxas. Meu filho ouve, interpreta, mas não consegue passar para o caderno. Impossível uma professora dar conta de 40 alunos e de um outro aluno especial", afirmou a enfermeira.

Com o professor de apoio na sala de aula, as melhoras na aprendizagem começaram a aparecer. O menino que antes brigava em casa para não ir na escola alegando que não entendia nada, passou a pedir até para levar tarefa para casa. Ontem, após conseguir reverter a decisão na Justiça, a enfermeira teve até dificuldades para fazer o menor acreditar que podia voltar a escola. "O Jonny é o professor que acompanhava ele. 

Quando chegou na escola, ele pediu um abraço para meu filho, mas ele negou porque achava que o professor que tinha o abandonado. Mas a recepção foi muito boa. Todos os alunos e o educador foram abraçá-lo". A Secretaria de Educação do Estado se limitou a informar, em nota, que "cumpre a decisão e que "o aluno já conta com acompanhamento do docente". 

Benefício está na lei

A lei 12.764, de 27 de dezembro de 2012, diz que são direitos da pessoa com transtorno do espectro autista o acesso à educação e ao ensino profissionalizante e que em caso de necessidade comprovada o estudante terá direito a acompanhante especializado. A legislação fala ainda que portadores de deficiência devem estar matriculados preferencialmente na rede regular de ensino. Essa exigência tem explicação. Alunos portadores de deficiência aprendem mais quando matriculados em salas convencionais. É o que explica Carla Mauch, coordenadora geral da ONG Mais Diferenças, que tem como foco a atuação na educação e cultura inclusivas.

A grande dificuldade, porém, é melhorar a qualidade de ensino de maneira geral e fazer com que os professores e as escolas estejam preparados para mais esse desafio, o da inclusão social. "Esse é mais um desafio. O professor precisa ter condições de montar um projeto pedagógico que atenda todas as crianças. Talvez seja preciso diminuir a quantidade de alunos por classe", afirmou. Ainda segundo a especialista, não são todos os alunos com deficiência que precisam de professor auxiliar, mas os que precisam têm esse direito assegurado, mesmo em escolas particulares.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso