Diário da Região

03/06/2015 - 19h40min

Educação

Prefeitura fecha ensino médio para adultos e alunos protestam

Educação

Johnny Torres Alunos da escola buscam uma resposta com a Prefeitura sobre a interrupção do ensino médio
Alunos da escola buscam uma resposta com a Prefeitura sobre a interrupção do ensino médio

Após ficar 11 anos sem estudar, Aline Teixeira resolveu terminar o nono ano do ensino fundamental e, depois,  continuar os estudos no ensino médio. No início do atual período letivo, ela foi até a Emes Professor Ademir Dib e deu o que considerou um dos mais importantes passos de sua vida rumo a um futuro melhor: fez a matricula para voltar à escola.  Há um mês, ela foi informada que não poderia continuar os estudos no próximo semestre e teria que se matricular no EJA (Educação de Jovens e Adultos) oferecido pela Secretaria da Educação do Estado para concluir o ensino médio.

Além de Aline, cerca de 30 alunos também foram prejudicados, além dos estudantes do sexto ao oitavo anos, que só poderiam completar o ensino fundamental na unidade municipal. Agora, eles buscam uma resposta com a Prefeitura sobre a interrupção do ensino médio e lutam para que esta decisão volte atrás. Até o momento, a dona de casa conseguiu reunir quase 400 adesões a um abaixo-assinado e o levou à Câmara Municipal, mas até agora nenhum retorno.

“Também procuramos o prefeito Valdomiro, pedimos pela página do Facebook dele que não tirasse o ensino médio do Emes. Procuramos a Secretaria  de Educação de Rio Preto, mas lá eles disseram que não poderiam fazer nada”, reclama. Outra colega de classe que também se sente prejudicada é a vendedora Carolina da Silva Barranco, que procurou a escola após indicações e voltou para a sala de aula após quase nove anos longe dos estudos. “Um professor nos avisou que esse ano eles haviam suspenso o 1º ano do ensino médio para cortar gastos. Foi um baque, uma surpresa muito grande ao saber disso”, conta.

Carolina ainda conta que tem esperanças de a Prefeitura voltar atrás. Mas, por enquanto, não procurou as escolas oferecidas pelo EJA nas escolas estaduais. “Não cheguei a procurar uma outra escola. O que eles indicaram fica no Eldorado, é muito longe de casa, ao contrário desta. E outra, tenho filho pequeno em casa e ter que ir para outro bairro para estudar à noite é mais complicado”, desabafa.

Sobre o ensino, Carolina lamenta que tenha que deixar a escola. “Quando comecei vi que os professores são muito bons, o ensino é muito completo. Entrei com a vontade de terminar os estudos e até fazer uma faculdade. Agora, é mais complicado ter que mudar de escola, a partir do momento que eu já peguei o ritmo daqui”, completa.

EJA do ensino médio só pelo Estado

O Diário procurou a Secretaria da Educação do município para se manifestar sobre o caso e, em nota, foi informado que o município é responsável pelo ensino infantil e os primeiros anos do fundamental, já o ensino médio é de competência do Estado. O município havia feito um acordo com o Estado para atender o EJA do ensino médio, mas agora será passado para o Estado. 

Apesar de não abrir mais turmas, a secretaria afirma que dará continuidade ao atendimento às turmas atuais até completarem o estudo e que “ninguém vai ficar sem estudar. Há vagas para todo mundo, seja no ensino fundamental, por meio do município, ou médio, por meio do Estado”. A Secretaria ainda orienta que os interessados em fazer o EJA do ensino médio deverão procurar a rede estadual, agora responsável por atender os anos finais do ensino.

Estado atende 800 no ensino adulto 

De acordo com a Secretaria da Educação do Estado, o ensino médio é oferecido em nove escolas estaduais e atende cerca de 800 alunos. O EJA (Educação de Jovens e Adultos) é voltado para estudantes que não tiveram a oportunidade de terminar o ensino fundamental ou médio na idade correta e possibilita a conclusão por meio de cursos e avaliações. Os módulos de seis meses são equivalentes aos anos e séries do ensino regular. Podem se matricular alunos a partir de 15 anos para concluir o ensino fundamental. E a partir dos 18 anos para concluir o ensino médio. 

 


Colaborou Ariane Godoi

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso