Diário da Região

28/05/2015 - 20h18min

Tentativa de homicídio

Policial aposentado atira contra motorista em briga de trânsito

Tentativa de homicídio

Sérgio Isso Bruno, que passou, na manhã desta sexta-feira, pelo IML, após levar uma tiro durante briga. Foto: Sérgio Isso
Bruno, que passou, na manhã desta sexta-feira, pelo IML, após levar uma tiro durante briga. Foto: Sérgio Isso

O funcionário público municipal Bruno Ricardo Borges de Castro, de 44 anos, levou um tiro no ombro, na noite desta quinta-feira, 28,  disparado pelo sargento aposentado da Polícia Militar Fernando Barbosa Miranda, 52 anos, na rua Luiz Vaz de Camões, no bairro Redentora, ao lado do Hospital Beneficência Portuguesa, em Rio Preto.

Segundo o boletim de ocorrência, a discussão entre os dois teria começado depois que a porta da caminhonete do policial aposentado bateu no carro do funcionário público. Na versão de Fernando, após a batida, ele teria descido da caminhonete para conversar com Bruno e dizer que pagaria o conserto, mas Bruno teria se exaltado e iniciado agressões, que resultaram em ferimentos no rosto, boca, olhos e abdomen do PM aposentado.

Ainda de acordo com a declaração de Fernando à Polícia Civil, após conseguir se desvencilhar da briga e se afastar, o funcionário público teria avançado em direção ao policial, que, então, teria sacado o revólver que estava em sua cintura e atirado contra Bruno.

Na versão de Bruno, o policial aposentado teria iniciado as agressões e, posteriormente, teria ido até a caminhonete pegar a arma e atirado à queima roupa.

A PM interditou o trecho da rua ao lado para o trafego de veículos e  para o trabalho da perícia criminal. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, depois encaminhada até a Santa Casa, onde foi atendida e liberada.

A arma de Fernando foi apreendida e encaminhada para perícia. O caso será investigado.

Bruno baleado por PM aposentado O funcionário público Bruno Castro foi atingido no braço e no ombro

Confira o depoimento da esposa de Bruno, Andreia Silva Borges Castro:

Eu sou a esposa de Bruno, funcionário público municipal, trabalhador e pai de família. Meu marido estava indo para casa e, em um trânsito leve, o Sr. "Policial" estava com sua caminhonete parada, abriu a porta e amassou o meu carro. Meu esposo estacionou o carro, desceu e, ao ver o estrago, disse: "meu senhor, olha o que o senhor fez no meu carro. Eu trabalho pra ter as coisas e o senhor vem, bate no meu carro e ainda acha que está certo. O "Policial" disse: "você está falando que eu não trabalho? Vai querer brigar?". O Bruno disse "eu não estou querendo briga, eu quero resolver pra ver quem vai pagar". Ele ainda insultou o Bruno dizendo "você vai querer relar em mim?". E, sem mais nem menos, ele acertou um soco no olho de Bruno, que revidou com um soco, atingindo o nariz do "Policial". Começaram a discutir e o tal foi até sua caminhonete, sacou a arma e atirou contra meu marido, que colocou o braço na frente.

Internauta registrou momento do atendimento ao motorista ferido

VIDEO DO YOUTUBE
Motorista leva tiro no ombro durante briga de trânsito

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso