Diário da Região

21/09/2015 - 15h43min

JUSTIÇA

TJ mantém habeas corpus para Semeghini

JUSTIÇA

O Tribunal de Justiça (TJ) concedeu nesta segunda-feira, dia 21, habeas corpus em favor do médico de Fernandópolis Luiz Henrique Semeghini, assassino confesso da mulher Simone Maldonado, há 15 anos.

A decisão revoga em definitivo o decreto de prisão preventiva contra o médico expedido pelo juiz da 2ª Vara Criminal de Fernandópolis, Vinicius Castrequini Bufulin, em agosto.

Semeghini é acusado pelo Ministério Público de corromper testemunha do júri, inicialmente marcado para o dia 28 de agosto, mas adiado para o próximo dia 8.

O médico chegou a ficar dois dias preso, mas acabou solto por liminar concedida pelo TJ. Agora, houve o julgamento do mérito desse habeas corpus, novamente favorável ao réu.

O advogado de Semeghini, Alberto Zacharias Toron, também impetrou habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ) solicitando liminarmente o adiamento do júri, mas o pedido foi negado.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.