Diário da Região

12/07/2016 - 00h00min

CUIDADO COM GOLPES

Saiba como identificar verdadeiros agentes de saúde

CUIDADO COM GOLPES

Guilherme Baffi Idosa de 82 anos, moradora do Parque do Sol, foi vítima de golpistas. (Foto:Guilherme Baffi)
Idosa de 82 anos, moradora do Parque do Sol, foi vítima de golpistas. (Foto:Guilherme Baffi)

Antes de abrir o portão para um agente de saúde, é preciso tomar cuidado. Falsos agentes estão aplicando golpes em Rio Preto, principalmente em idosos. Foram pelo menos três casos em uma semana.

O Conselho Municipal de Saúde (CMS) já havia alertado a Prefeitura sobre o problema em março deste ano, mas nenhuma medida foi tomada, segundo o órgão.

Em todos os casos, os criminosos entraram com a desculpa de inspecionar o imóvel e roubaram joias e dinheiro. Eles ainda não foram presos.

“A Secretaria até hoje não confecciona crachá funcional. O Conselho alertou em março, mas nada foi resolvido”, afirmou Julio Caetano, secretário executivo do conselho.

Todos os crimes foram realizados por um homem e duas mulheres, uma aparentando ter 50 anos e outra 30, que se apresentaram como agentes de saúde. Nenhum usava uniforme. Enquanto as duas faziam questionamentos, um homem chegou, também se identificou como agente e disse que faria vistoria na casa. Mas em vez de vistoriar, o falso agente furta dinheiro e objetos de valor.

O primeiro caso da última semana ocorreu por volta das 12 horas, no Parque do Sol. A vítima, uma idosa de 82 anos, contou à polícia que duas mulheres se apresentaram como agentes de saúde e solicitaram a entrada com o argumento que precisariam fazer uma vistoria para saber se havia criadouros do mosquito Aedes aegypti. A aposentada informou que dois dias antes agentes já tinham vistoriado a casa e nada foi encontrado. Mesmo assim, as golpistas insistiram em entrar e a vítima acabou permitindo.

Enquanto uma falsa agente fingia vistoriar o fundo da casa, a outra golpista conversava com a aposentada na sala. Durante a conversa com a aposentada, um homem que também se apresentou como agente de saúde apareceu. Desconfiada, a aposentada questionou por qual motivo eles estavam sem uniforme e eles disseram que faziam parte de uma equipe especial e que trabalhavam sem uniforme e sem crachá.

Ainda na sala, os dois golpistas continuaram a fazer uma série de questionários, inclusive se a vítima possuía algum cartão. A aposentada contou que tinha um cartão do INSS e foi buscá-lo. A outra agente que estava no fundo da casa percebeu onde a aposentada guardou o cartão e foi até lá, acompanhada do homem. Furtaram joias, semijoias, o cartão do benefício do INSS e o cartão de uma conta poupança, além de R$ 600 em dinheiro. Em seguida, o trio foi embora. A vítima então achou estranha toda a atitude e foi conferir seus pertences, momento em que descobriu que havia sido furtada.

golpe12072016 Clique na imagem para ampliar

O dinheiro levado era da aposentadoria que havia sido sacado cinco dias antes de o crime acontecer. “Peguei o dinheiro na sexta e fiquei sem um tostão. Meus filhos vão me ajudar até eu receber de novo. Só depois que eu percebi que fui tonta de deixar eles entrarem.”

Duas horas depois, um aposentado de 63 anos foi vítima de um casal que também se passou por agentes de saúde. Um homem e uma mulher entraram na casa dele, no Jardim Itapema, também com a desculpa de vistoriar o imóvel. Enquanto um simulava fazer a vistoria, o outro fazia perguntas ao morador, que acabou fornecendo os números de sua identidade e CPF. Depois que a dupla foi embora, o aposentado percebeu o furto de R$ 150 de sua carteira, que estava em cima do sofá.

“Sorte que não levaram mais coisas, meus documentos e cartão de crédito. Eles eram bons de conversa, estavam com prancheta fazendo anotações, diziam que iam trocar o ralinho de esgoto. Não deu para desconfiar, quando percebi eles já tinham levado meu dinheiro”, disse o aposentado.

Na terça-feira, dia 5, a vítima foi uma aposentada de 78 anos, moradora do Jardim Roseana. A mulher contou à polícia que duas mulheres se apresentaram como agentes de saúde. Enquanto as duas faziam as perguntas, um homem, que também se identificou como agente, entrou e com a desculpa de vistoriar o imóvel, foi até o quarto da vítima e furtou uma carteira contendo cartões bancários, cartões de crédito e documentos. A vítima bloqueou todos os cartões.

A Secretaria de Saúde, em nota, alerta para que os moradores fiquem atentos à identificação dos agentes de saúde e em caso dúvida liguem na secretaria.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso