Diário da Região

09/07/2016 - 00h00min

FAROL BAIXO

Polícia multa 89 motoristas em apenas quatro horas

FAROL BAIXO

Mara Sousa A polícia alerta para que os motoristas não confundam a lanterna com o farol baixo. (Foto: Mara Sousa)
A polícia alerta para que os motoristas não confundam a lanterna com o farol baixo. (Foto: Mara Sousa)

Em apenas quatro horas de fiscalização, a Polícia Rodoviária Federal multou 89 motoristas que transitavam pela BR-153 com o farol desligado. A nova regra começou a valer nesta sexta-feira, 8, em todo o País. Por lei, carros devem estar com farol baixo aceso durante o dia ao usar rodovias. A multa para quem desrespeitar é de R$ 85,13, além de quatro pontos negativos na carteira de motorista. O balanço parcial divulgado pela Polícia Rodoviária Federal é referente a fiscalização ocorrida entre 7h e 11h desta sexta. A Polícia Rodoviária Estadual não divulgou balanço.

Nas abordagens além do uso do farol baixo, foi verificada a documentação dos condutores e veículos, o estado de conservação dos pneus, a presença dos equipamentos obrigatórios e o uso do cinto de segurança. Ao todo, 108 veículos foram fiscalizados e 89 foram autuados por estarem transitando com o farol baixo apagado.

"Notamos que muitos condutores ainda confundem o farol baixo com a luz de posição, conhecida também como ‘lanterna’, sendo que esta última não atende à exigência da lei. Igualmente não é aceito, em substituição ao uso do farol baixo, o uso dos faróis de neblina ou de milha", informa nota da Polícia Rodoviária Federal.

A polícia informa ainda que a fiscalização será diária e que a multa pode ser aplicada sem a abordagem ao veículo.

A mudança no Código Brasileiro de Trânsito (CTB), que saiu no Diário Oficial da União em maio, tem como objetivo aumentar a segurança nas estradas, reduzindo o número de acidentes frontais e transversais. “Principalmente em cruzamento em nível. Também em ultrapassagens, porque dependendo da posição do sol a visão é prejudicada. E com o sistema de luz dos veículos acionados esperamos que caiam as estatísticas de acidentes”, disse o tenente Maurício Noé Cavalari, da Polícia Rodoviária Estadual.

As policias rodoviárias Estadual e Federal alertam para não confundirem lanterna com farol baixo. “Pedimos que o cidadão tome cuidado já que em Rio Preto as rodovias são utilizadas como avenidas no deslocamento de um bairro a outro”, disse o inspetor Fagner.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso