Diário da Região

15/12/2015 - 19h34min

Preconceito

Travesti é espancada e fratura o nariz

Preconceito

A travesti Emanuelly Correia, 30 anos, procurou a Polícia Civil de Catanduva para denunciar que foi espancada na madrugada de domingo, dia 13.  A vítima fraturou o nariz em dois pontos e ficou com o rosto desfigurado, ao apanhar de um homem que a procurou para fazer um programa em um terreno próximo à avenida Olímpia, na Vila Mota. 

Emanuelly foi socorrida por uma equipe do  Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao hospital Padre Albino. Ela conta que apanhou, por quase uma hora, de um homem conhecido como “Ligeiro”, ex-marido de outra travesti.  “Eu perguntava e ele não me dizia porque estava me batendo”.

A vítima acredita que tenha sido vítima de preconceito. O delegado Pedro Luís de Senzi Carvalho, do 4° Distrito Policial, registrou um boletim de ocorrência de roubo. “Ele levou R$ 100 meu, mas dizia o tempo todo que ia me matar, isso é tentativa de homicídio ”, afirmou Emanuelly, acrescentando que soube que o agressor é ex-marido de uma travesti e “depois de me bater, voltou no nosso ponto e disse: “Já agredi uma e volto para agredir mais”.

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.