Diário da Região

30/01/2016 - 00h00min

CASO ESCORPIÃO

Natália volta a dizer que tomou veneno forçada

CASO ESCORPIÃO

Natália Balieiro, 29 anos, mãe do garoto de Ibirá que morreu após ser picado por um escorpião em 3 de novembro do ano passado, prestou novo depoimento na Delegacia de Macaubal e manteve a versão de que foi forçada pelo marido, Lucas Sanches Silva, a beber veneno para se matar. Ele, que também ingeriu a substância, morreu e ela ficou em coma por cinco dias.

“O que minha cliente disse é a verdade. Só ela sabe o que aconteceu, porque estavam sozinhos. Lucas infelizmente morreu”, diz o advogado de Natália, Elcio Padovez.

Essa versão foi contestada no inquérito pela irmã de Lucas, Dora Sanches. O delegado Luciano Birolli chamou mais três testemunhas, amigos do casal, que também contestaram Natália.

Dora afirma que ela e as outras três testemunhas ouviram de Natália, logo que ela saiu do coma, a versão de que a decisão do suicídio foi do casal, em comum acordo.

“Apesar de tudo isso, nós da família do Lucas ainda amamos muito a Natália. Acreditamos que tudo vai se esclarecer e voltaremos a ser amigos”, diz Dora.

O delegado Luciano Birolli ainda aguarda laudo pericial sobre a causa da morte da criança para concluir o inquérito, mas não descarta chamar mais pessoas para depor.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso