Diário da Região

30/01/2016 - 00h00min

infrações gravíssimas

É muita barbeiragem no trânsito de Rio Preto

infrações gravíssimas

Divulgação No total, em 2015, de acordo com dados do Detran, foram 2.198 carteiras de motoristas suspensas
No total, em 2015, de acordo com dados do Detran, foram 2.198 carteiras de motoristas suspensas

Todos os dias em Rio Preto, seis motoristas perdem a CNH por cometer excesso de barbeiragens no trânsito. São condutores que receberam multas que, juntas, somam mais de 20 pontos, ou que cometeram infrações gravíssimas, como dirigir embriagado, praticar racha ou ultrapassar pelo acostamento.

No total, em 2015, de acordo com dados do Detran, foram 2.198 carteiras de motoristas suspensas. Desde outubro de 2014, passou a funcionar um novo sistema do Detran que possibilita a identificação com mais agilidade de motoristas que estouraram a pontuação máxima permitida.

Antes, as multas aplicadas pelas prefeituras e pelo Detran não estavam interligadas em um sistema. Isso abria brecha para que motoristas com mais de 20 pontos continuassem circulando sem ter a CNH suspensa. Antes da interligação, os motoristas só eram notificados quando iam renovar a CNH ou então quando eram parados por uma blitz. Com a implantação do SIM (Sistema Integrado de Multas), a pontuação é computada online e o motorista é notificado imediatamente.

Após o aviso, os motoristas contam com 30 dias para apresentar recurso e o órgão tem 60 dias para julgar a validade do recurso ou não. Caso seja negado, os infratores ficam com a carteira suspensa por um período que varia de um a 12 meses, dependendo das infrações cometidas e se houve reincidência. A pontuação só some da carteira após 12 meses da data da infração. Ou seja, se o motorista for multado hoje, daqui a um ano a pontuação é retirada.

Em novembro do ano passado, o empresário C.A.M., 31 anos, causou um acidente quando estava dirigindo embriagado na avenida Murchid Homsi.

“Eu estava errado e sei que preciso pagar pelo meu erro. Já fui notificado e apresentei o recurso. Agora estou esperando a resposta deles. Mas acredito que terei a CNH suspensa e que vou ficar um período sem dirigir”, disse o empresário que pediu para não ser identificado.

 

arte_numeros CNHs suspensas Clique na imagem para ampliar

Ele disse que, mesmo sendo punido, acredita que a legislação está mais eficiente. “O acidente que causei foi leve, mas poderia ter sido mais grave. Por isso considero importante esse tipo de punição. O mais importante é que as pessoas evitem dirigir embriagadas.”

Os condutores que têm o direito de dirigir suspenso precisam realizar um curso de reciclagem, que é oferecido pelas autoescolas.

Ao final do curso, o condutor deve fazer uma prova de 30 questões. Para ser aprovado e receber o certificado, é preciso acertar mais de 70%. Cumprido o período de suspensão, o motorista deve entregar o certificado do curso no Detran.SP para regularizar a situação e poder voltar a dirigir.

No caso de o motorista com CNH suspensa ser autuado dirigindo, a lei prevê a cassação da carteira por um período de dois anos. Nesse caso, para reaver a CNH, o condutor terá que se submeter a provas teóricas e práticas, aos exames médicos e psicotécnico, além de fazer o curso de reciclagem.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso