Diário da Região

23/01/2016 - 00h00min

COMBATE AO AEDES

Secretários cobram mais verbas do governo Alckmin

COMBATE AO AEDES

Divulgação Quinze secretários de saúde participaram da reunião em Olímpia
Quinze secretários de saúde participaram da reunião em Olímpia

Mais recursos do governo de São Paulo para auxílio no combate ao Aedes aegypti - mosquito que transmite a dengue, a febre chikungunya e o zika vírus. Esse foi o principal pedido de secretários municipais de saúde que se reuniram nesta sexta-feira, dia 22, em Olímpia, na região de Rio Preto, para traçar metas da área neste ano. Outra demanda é a contratação de mais agentes de saúde. O encontro teve participação de 15 secretários municipais que representaram todas as regiões do Estado. A queixa geral é de que, cada vez mais, os municípios têm de abrir os cofres para combater o mosquito.

A reunião do Conselho de Secretários de Saúde (Conses) também teve a participação do prefeito de Olímpia, Eugênio Zuliani. A cidade ainda não registrou caso de dengue neste ano, mas está em alerta máximo. “Não temos casos agora, mas estamos atentos, pois é um problema da região e do Estado”, disse a secretária de Saúde de Olímpia, Silvia Forti. 

Em outras cidades da região e em todo o Estado, a situação preocupa. Por isso, de acordo com o presidente do conselho, Stênio José Correia Miranda, a meta principal é conseguir apoio mais intenso principalmente do governo estadual. “Vamos elaborar um documento, propondo à Secretaria de Estadual de Saúde que seja criado plano de emergência no combate ao mosquito Aedes aegypti. As ações da dengue devem envolver todos os setores. Um pleito muito grande dos secretários são mais recursos”, afirmou Miranda, que além de presidente é secretário de Saúde de Ribeirão Preto. A cidade, assim como Rio Preto, teve epidemia de dengue no ano passado.

“Cada vez que é registrada epidemia de dengue, o custo para cidades do porte de Ribeirão Preto ou de Rio Preto é de R$ 10 milhões a R$ 15 milhões”, afirmou o secretário, que discorreu ainda mais sobre a falta de recursos para as cidades. “A União transfere poucos recursos. O auxílio do Estado também não é suficiente. O fato é que as cidades têm arcado com 80% dos gastos de combate ao mosquito”, disse. 

A secretária de Saúde de Rio Preto, Teresinha Pachá, também defende maior aporte do governo estadual. “O governo do Estado ajuda por meio da Sucen, mas os investimentos ficam por conta do município”, afirmou. Para Miranda, um exemplo discutido no encontro foi a possibilidade de as cidades receberem maior aporte para contratar agentes de saúde, que fazem o combate direto aos criadouros do mosquito transmissor da dengue. “Temos hoje déficit de 10 mil agentes. Deve haver de 4 a 5 mil agentes. Outro assunto discutido foi como as prefeituras devem obter financiamento”, disse. A assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde afirmou que o governo paulista auxilia e que aguarda o posicionamento oficial do conselho sobre os pedidos. 

Arrastão

A secretaria estadual de Saúde realiza neste sábado mutirão de combate à dengue em Rio Preto. O evento tem participação do Estado, da Defesa Civil e da Prefeitura de Rio Preto. A ação é intitulada “Todos Juntos Contra o Aedes aegypti”. No total, cerca de 2 mil profissionais estaduais e municipais participam dos mutirões em 20 cidades do Estado. Em Rio Preto, o ponto de partida será em frente à escola Monsenhor Gonçalves, na Boa Vista, a partir das 7h30. 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso