Diário da Região

27/07/2016 - 00h00min

REVISÃO DE BENEFÍCIOS

Pente-fino do INSS vai verificar 69,6 mil pessoas na região

REVISÃO DE BENEFÍCIOS

Marco Antonio dos Santos Sebastião dos Reis operou o joelho em abril e ainda não recebeu o benefício.
Sebastião dos Reis operou o joelho em abril e ainda não recebeu o benefício.

A decisão do governo federal de rever as aposentadorias por invalidez e o auxílio-doença de quem recebe há mais de dois anos tem provocado ansiedade e medo em beneficiários de todo o País. Em Rio Preto, não é diferente. Ao todo, 69,6 mil pessoas recebem algum dos pagamentos na região - 18.838 sobrevivem com auxílio-doença e 50.836 recebem aposentadoria por invalidez.

Em todo o Brasil, a revisão dos benefícios, que tem como justificativa o combate a irregularidades, vai atingir 3 milhões de aposentados por invalidez e 840 mil beneficiados por auxílio-doença.

A trabalhadora rural Paula Aparecida Gonçalves, 47 anos, teme perder o benefício. Há 4 meses ela está afastada por auxílio-doença, porque sofre de artrose na coluna. A doença, que é progressiva, a impede de fazer o corte da cana. “Minha médica já me avisou que não posso mais fazer serviço pesado, porque minha doença é progressiva. Me chamaram para fazer nova perícia. Não sei o que será da minha vida se me mandarem voltar a trabalhar. Não tenho condições”, diz a cortadora de cana.

inss 27072016 Elias Ferreira dos Santos está com medo de perder o auxílio-doença

Quem também está preocupado é o auxiliar de bombeiro civil, Elias Ferreira dos Santos, de 57 anos, que está afastado do trabalho, porque uma doença causou a perda da vesícula biliar. “Eu ainda tenho problema de coluna e de coração.”

Mas não é só esses beneficiários que estão apreensivos. Quem depende da verba há menos de dois anos afirma que o sistema para conseguir o benefício já está mais rígido.

O pedreiro Sebastião dos Reis passou por operação do joelho esquerdo em abril, mas ainda não teve liberado o pagamento do auxílio-doença.

A cadeirante Damaris Aparecida de Oliveira se acidentou em maio, passou por perícia em junho e só vai receber o benefício em agosto. “Só consegui sobreviver com ajuda do meu pai. Imagine o sofrimento de quem não tem a quem recorrer”, disse.

inss 27072016 Acidentada em maio, Damaris Aparecida de Oliveira só vai receber o auxílio em agosto

Lentidão

A mudança deve deixar também mais longo o tempo para agendamento de novas perícias em Rio Preto. O INSS teve uma greve de 78 dias no segundo semestre do ano passado, o que já havia dificultado a realização de perícias. Agora, a convocação dos beneficiários deve deixar novamente o sistema congestionado.

O governo promete pagar R$ 60 para os médicos a cada perícia médica, mas ainda não definiu se esse “novo trabalho” será feito em forma de mutirão ou incorporado no dia a dia. Por outro lado, não manifestou interesse em beneficiar financeiramente os funcionários administrativos, ou seja, os exames poderão ser realizados, mas correm o risco de ficarem parados no setor administrativo devido à baixa quantidade de profissionais, que serão sobrecarregados.

 

 

 

inss 27072016 Clique na imagem para ampliar

Corte imediato para quem faltar

Especialista em direito previdenciário, a advogada Ivania Aparecida Garcia aconselha os segurados, mesmo doentes, a comparecer às novas perícias, porque a ausência pode acarretar corte imediato do benefício.

“Caso o pagamento seja cortado após perícia, o caminho é ajuizar ação contra o INSS, na Justiça Federal, com pedido de liminar para verem restabelecidos ou mantido os benefícios”.

Na opinião de Ivania, a nova onda de perícia de afastados por invalidez, temporária ou definitiva, serve apenas para o governo federal reduzir despesas com Previdência.

INSS vai convocar

Segundo o INSS, os segurados que foram convocados para nova perícia serão avisados com antecedência e não precisam se dirigir imediatamente a uma agência do INSS, porque os benefícios estão mantidos e garantidos. 

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso