Diário da Região

26/07/2016 - 00h00min

VIOLÊNCIA

Região tem disparada de criminalidade no semestre

VIOLÊNCIA

Hamilton Pavam Cortizzo: inquérito “automático” só para roubos de autoria conhecida
Cortizzo: inquérito “automático” só para roubos de autoria conhecida

A violência explodiu neste ano, tanto em Rio Preto quanto na região. No primeiro semestre, aumentaram as ocorrências de assassinatos, latrocínios (roubos seguidos de morte), roubos e furtos, em relação a igual período do ano passado.

Os dados do mês de junho foram divulgados nesta segunda-feira, dia 25, pela Secretaria Estadual da Segurança Pública.

Na região, o aumento mais significativo foi de roubos: de 1.007 casos em 2015 para 1.409 neste ano, um aumento de 40%. Na média, o Noroeste paulista registrou, nos primeiros seis meses do ano, oito assaltos por dia, um a cada três horas. Em Rio Preto, o crescimento desse tipo de crime foi parecido: 33%, de 656 para 875 casos.

Os roubos de veículos também cresceram tanto no município quanto na região: 5% e 21%, respectivamente.

Para o especialista em segurança pública José Vicente da Silva, o aumento no número de roubos revela deficiências do trabalho policial. “Há alguma falha tanto no trabalho ostensivo quanto na investigação. A polícia deve fazer uma autocrítica e estudar atentamente essas ocorrências, para saber o perfil do criminoso, os horários e locais das ocorrências.”

Sobre o roubo e o furto de veículos e também roubo a bancos, ainda conforme o especialista, é possível que estejam relacionados à maior atuação do crime organizado. Os furtos de automóveis aumentaram 15% no Noroeste paulista e 32% em Rio Preto. Já os roubos a banco passaram de uma ocorrência em 2015 para quatro neste ano.

criminalidade 26072016 Clique para ampliar

Assassinatos

Os homicídios na região passaram de 40 ocorrências em 2015 para 46 neste ano, 15% a mais. Em Rio Preto, os assassinatos diminuíram (de 14 para 11), mas os latrocínios passaram de um para três. Entre eles o delegado do Departamento de Polícia Judiciária do Interior (Deinter-5) Guerino Solfa Neto, morto por três rapazes que roubaram a caminhonete do delegado, em junho. Os criminosos foram presos.

Furtos

Os furtos também cresceram na região e em Rio Preto. Foram 8.788 casos no Noroeste paulista no último semestre. Em Rio Preto, 3.163 ocorrências, 18 por dia, quase uma por hora. Para o delegado-assistente do Deinter-5, Raymundo Cortizzo Sobrinho, o aumento de furtos pode estar relacionado à crime econômica. “Embora não seja um fator determinante, a recessão atual do País pode ter influência nesse tipo de crime.” O especialista José Vicente concorda: “A crise possibilita o surgimento do criminoso eventual, que pratica o delito em caso de absoluta necessidade”, diz.

O Diário não conseguiu localizar representantes da Polícia Militar na região para comentar os índices.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso