Diário da Região

01/08/2016 - 12h26min

ASSALTO

Reféns ‘entregam’ padre de Catanduva a bandidos

ASSALTO

Foto: Reprodução da Internet Padre Osvaldo de Oliveira, de Catanduva: vítima de assalto
Padre Osvaldo de Oliveira, de Catanduva: vítima de assalto

Sem dinheiro e para se livrar de uma dupla de criminosos após quatro horas de ameaças, dois fiéis de uma igreja de Catanduva sugeriram para os bandidos assaltar o padre Osvaldo de Oliveira Rosa. Eles o agrediram e levaram R$ 5 mil em dinheiro da paróquia Imaculada Conceição. 

O alvo inicial do roubo era um empresário de 74 anos. Ele foi abordado quando saía de sítio em Santa Adélia com a mulher, 41 anos, e um empregado da família, por volta das 18h de sábado, 30. 

O veículo do empresário, uma caminhonete S-10, foi fechado por outro carro na estrada. Dois homens armados desceram e anunciaram o assalto.

A dupla levou as três vítimas até um pomar e, mediante ameaça de morte, exigiu dinheiro. “Falavam a todo momento que se algo desse errado iriam nos matar. Estou muito mal ainda,” disse o empresário, dono de uma loja de materiais de construção em Catanduva.

A tortura durou até por volta de 22h30, quando os bandidos se convenceram de que o trio não tinha dinheiro. Os bandidos então exigiram que as vítimas indicassem onde poderiam praticar um roubo. 

Segundo a polícia, eles teriam indicado o padre Osvaldo de Oliveira Rosa, 50 anos, da paróquia Imaculada Conceição. A mulher do empresário teria ligado para o padre, pedindo a bênção para uma sobrinha que ia viajar. O pároco orientou que ela fosse até a Casa Paroquial, em Catanduva.

assalto 02082016 Clique na imagem para ampliar

Os bandidos amarraram o empresário e o funcionário e deixaram os dois na área rural. 

A mulher foi com eles até a Casa Paroquial, que fica a 40 quilômetros do sítio. “Desci do carro, um rapaz chegou e falou que queria água. Logo abriu a camisa, mostrou o revólver e disse que era um assalto”, afirmou o padre. 

Já com a mulher e o padre dentro de casa, um dos assaltantes deu um soco no peito do padre e exigiu dinheiro. 

Uma moradora de rua que chegou para pedir ajuda ao padre também foi rendida. “Apontavam o tempo todo a arma para minha cabeça. Ele pegou uma bala (munição) e mostrou pra mim. Falava que era com aquela bala que eu ia morrer”, disse o pároco. 

Os bandidos reviraram o imóvel e encontraram R$ 5 mil em dinheiro, que tinha sido arrecadado em uma quermesse. Trancaram as vítimas dentro da casa e fugiram. 

O caso está sob investigação da delegacia de Santa Adélia, e os suspeitos não haviam sido identificados até as 19h desta segunda-feira, dia 1º. A caminhonete do casal foi encontrada abandonada na área rural. 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso