Diário da Região

14/09/2016 - 00h00min

RISCOS NO TRABALHO

Região registra um acidente de trabalho a cada 90 minutos

RISCOS NO TRABALHO

Belisário/Editoria de Arte Clique na imagem para ampliar
Clique na imagem para ampliar

A cada uma hora e meia um trabalhador fica ferido enquanto exerce sua profissão no Noroeste paulista. De janeiro a agosto deste ano foram registrados 3.975 acidentes de trabalho pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) de Rio Preto, que atende toda a região. A planilha mostra que desse total, 463 foram com gravidade e em oito casos os trabalhadores morreram em decorrência do acidente. Uma das vítimas foi o trabalhador rural José Severino da Silva. 

Ele morreu na tarde do dia 20 de julho em acidente com trator na zona rural de Urupês. O acidente aconteceu em uma fazenda durante a colheita da cana. Por casos como esse e do alto número de acidentes de trabalho, os principais juristas do Brasil estarão reunidos em Rio Preto nesta quarta-feira, dia 14, durante o “Seminário Sobre Acidentes do Trabalho e suas Repercussões Trabalhistas”, promovido pela OAB Rio Preto. O evento acontece na sede da OAB, na avenida Brigadeiro Faria Lima, número 5.853, a partir das 8h30. 

 

Arte - Gráfico de Acidente - 14092016 Clique na imagem para ampliar

Está programado para acontecer durante o dia todo, com encerramento previsto às 17h30. “É o nosso primeiro seminário nesse modelo. Quando comecei a advogar, há 25 anos, existia um grande número de ações relacionadas a horas extras, muito comum no caso dos bancários. Hoje, as grandes ações são pelo acidente de trabalho, entre eles os acidentes comuns e os que levam a doenças como LER (lesão por esforço repetitivo) e tendinite. Queremos chamar a atenção para a questão da prevenção por parte das empresas e para que os funcionários respeitem as regras de segurança”, afirmou o advogado Paulo Cesar Baria de Castilho, organizador do seminário.

Preocupação

Em números gerais, a quantidade de acidentes de trabalho caiu no comparativo com o mesmo período do ano passado, passando de 6.040 nos oito primeiros meses de 2015 para 3.975 neste ano. A diminuição é atribuída à maior conscientização das empresas com relação ao uso de equipamentos de proteção individual e atenção às normas de segurança, de acordo com a gerente do Cerest, Marilda Cristina Abrahao de Araujo Rodrigues.

Porém, os números ainda são considerados alto pela OAB, que teme um novo crescimento neste ano devido à diminuição no investimento em segurança por parte das empresas. “O ideal é que não tivesse o acidente. Em tese todos são evitáveis. As empresas não estão investindo em segurança por conta da crise econômica. Estão priorizando superar a crise para depois pensar na segurança de seus funcionários. Ainda somos um dos países campeões em acidentes do trabalho”, afirmou Castilho.

O evento é voltado para advogados, estudantes de direito e juízes, porém é aberto e gratuito a toda a população. Os telefones para informações são (17) 3216-3472 ou (17) 3227-1294.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso