Diário da Região

18/10/2016 - 00h00min

TRANSTORNOS

Obra gera caos no trânsito da Alberto Andaló

TRANSTORNOS

Johnny Torres Avenida Alberto Andaló, no sentido Centro-bairro: com apenas uma faixa liberada, congestionamento foi grande
Avenida Alberto Andaló, no sentido Centro-bairro: com apenas uma faixa liberada, congestionamento foi grande

Quem passar pela avenida Alberto Andaló nos próximos dias vai precisar de muita paciência. Devido às obras dos corredores de ônibus, a Prefeitura interditou parcialmente os dois sentidos da avenida, próximos à rodovia Washington Luís. E o pior é que não há sinalização para informar as rotas alternativas, o que irritou muitos motoristas nesta segunda-feira, 17. Orçada em R$ 53,7 milhões, a obra deve dar mais rapidez no fluxo de ônibus e reduzir o tempo de espera dos passageiros. 

O prazo total da obra é de sete meses. Os nove corredores terão 42 km de extensão e vão atingir pelo menos 15 ruas e avenidas. O trecho mais congestionado estava entre a rua Capitão José Maria e a marginal da rodovia Washington Luís, em ambos os sentidos. A Guarda Municipal foi chamada para organizar o trânsito. Quem passou pelo local foi surpreendido. Em pior situação estava quem vinha pela rodovia e optou pela avenida Andaló para entrar na cidade. 

 

Marginal da Washington Luís - 18102016 Na marginal da Washington Luís, trânsito foi intenso antes da Andaló

Para o motorista Carlos Alberto Santos Silva, a Prefeitura deveria ter programado a obra para o fim de semana ou à noite. “A Prefeitura tinha que avisar pelo menos com uma semana de antecedência e mostrar os caminhos alternativos, para a gente não cair de surpresa num rolo deste que não dá nem para sair.” Outro motorista, Floriano Meirelles, diz que faltou planejamento. “Estou gastando mais de meia hora para passar pela avenida Andaló. O congestionamento vinha desde o prédio da Prefeitura até aqui perto da rodovia Washington Luís.” 

Ironicamente, a obra feita para reduzir a demora dos ônibus também complicou a vida de quem depende de transporte coletivo. Muitos ônibus ficaram quase parados no meio do congestionamento. O tumulto era piorado com a impaciência dos motoristas que buzinavam o tempo todo, como se isso fizesse o trânsito fluir mais rápido. O secretário de Trânsito e Transportes de Rio Preto, João Roque de Borges Souza, admite a falta de sinalização na avenida Andaló, mas diz que irá consertar a situação nesta terça-feira, dia 17. 

“Vamos colocar placas avisando das obras na Andaló, desde a rodovia Washington Luís. Também vamos mostrar as rotas alternativas, mas quem entrar na avenida vai precisar de bastante paciência”, diz o secretário. Segundo Roque, o cronograma de construção dos nove corredores de ônibus foi adiantado a pedido do prefeito Valdomiro Lopes. “Ele quer entregar a obra o quanto antes. Depois do corredor de ônibus, também vai ter recapeamento da avenida Andaló. Sei que vai ser um transtorno, mas depois que ficar pronto, todo mundo vai aprovar”, diz o secretário.

 

Arte - trânsito - 18102016 clique na imagem para ampliar

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso