Diário da Região

19/09/2017 - 00h00min

NA QUINTA-FEIRA

Saidinha libera 1.434 presos do CPP

NA QUINTA-FEIRA

Mara Sousa /Arquivo Presos deixam CPP de Rio Preto durante saidinha temporária
Presos deixam CPP de Rio Preto durante saidinha temporária

A partir de quinta-feira, dia 21, a saidinha temporária vai beneficiar 1.434 presos do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) e 64 detentas do Centro de Ressocialização Feminina (CRF), ambos em Rio Preto.

Segundo informações da Vara das Execuções Criminais, os homens vão sair na quinta-feira, dia 21, e devem retornar ao CPP na quarta-feira, no dia 27. As mulheres vão sair na sexta-feira, dia 22, e devem retornar no dia 28.

A saída temporária dos presos foi autorizada pelo juiz Zurich Oliva Costa Netto, que acatou as listas enviadas pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

Ultrapassados os prazos de retorno, os detentos são considerados foragidos. Dos 1.431 detentos que deixaram CPP no dia 22 de junho, 51 fugiram. Com este número, já são 494 os presidiários que se aproveitaram do benefício para não regressar mais ao sistema de 2015 para cá. É como se um terço da população carcerária do CPP tivesse feito uma fuga escalonada em massa.

Esta nova saidinha acontecerá sem monitoramento em tempo real, porque os detentos não usarão tornozeleiras eletrônicas. Desde 9 de agosto, está suspenso o contrato do governo de São Paulo com a fornecedora das tornozeleiras eletrônicas, Synergye Tecnologia, com alegação de falha do equipamento.

Por meio de nota, a Secretaria da Administração Penitenciária informou que a rescisão do contrato de monitoramento eletrônico por tornozeleiras, com a empresa Synergye Tecnologia, ocorreu devido a uma série de falhas que os aparelhos vinham apresentando. Caso seja mantida a decisão, a segunda colocada na licitação será imediatamente convidada a assumir o serviço de monitoramento, obedecendo-se os prazos legais.

Sem o monitoramento eletrônico, os presos serão vigiados pela Polícia Militar. Uma lista com a relação dos detentos beneficiados e os endereços que eles informaram como de residência será entregue às bases da PM. As equipes de patrulhamento serão direcionadas para as áreas mais próximas dos presos.

Esta é a terceira saidinha de 2017. A primeira ocorreu em março, tendo liberado 1.382 presos - 52 não retornaram. A segunda foi em junho, com a liberação de 1.431 detentos - 51 fugiram.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.