Diário da Região

29/07/2017 - 10h51min

TRAGÉDIA

Acidente mata três e libera abelhas

TRAGÉDIA

Divulgação Equipes do corpo de bombeiros trabalham no local com roupas especiais para resgatar as vítimas e recolher as abelhas
Equipes do corpo de bombeiros trabalham no local com roupas especiais para resgatar as vítimas e recolher as abelhas

Atualizada às 19:40h

Três pessoas morreram, entre elas uma criança de apenas três anos, e uma ficou ferida em um grave acidente envolvendo um veículo Corsa e um caminhão que transportava 70 caixas com abelha-europeia na manhã de sábado, 29, na rodovia Roberto Mário Perosa, próximo ao trevo de Urupês. Devido ao enxame de abelhas que se formou no local, a rodovia ficou interditada nos dois sentidos durante boa parte da manhã. Filas de mais de um quilômetro se formaram nos dois sentidos. 

Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual, um carro teria cruzado a rodovia na frente do Corsa, que levava uma família de Irapuã: Irinaldo Vicente da Silva, 22 anos, motorista, Cícera dos Santos Soares, 27, e a filha de três anos, Ester Camile. O motorista, que seguia em direção à rodovia Washington Luís (SP-310), ao tentar desviar, teria invadido a pista contrária e batido de frente com o caminhão, que vinha de Mato Grosso e seguia para um apiário em Novo Horizonte. Com o impacto da batida, o caminhão tombou sobre o carro, que ficou completamente destruído.

 

Carro destruído - 30072017 Carro destruído pelo impacto com o caminhão que tombou no acostamento

As abelhas que estavam no veículo dificultaram o trabalho de resgate às vítimas, que mobilizou equipes do Corpo de Bombeiros da região e precisou ser feito com roupas especiais de apicultores. A mulher morreu no local. O homem e a criança de 3 anos foram socorridos em estado grave, mas a criança morreu minutos depois. Irinaldo, que completaria 22 anos neste domingo, 30, foi levado para o Hospital São Lourenço, em Urupês, e depois transferido para o hospital Padre Albino, em Catanduva, mas morreu na tarde deste sábado. Até o fechamento desta edição, não havia informações sobre o velório dos corpos. O caminhoneiro sofreu apenas ferimentos leves.

Rodovia perigosa

Rodovia de pista simples, a Roberto Mário Perosa (SP-379) é famosa por registrar diversos acidentes com mortes nos últimos anos. A família que bateu no caminhão de abelhas foi mais uma das vítimas da estrada com diversos problemas, já revelados em reportagens no Diário, como ondulações no asfalto e falta de acostamento em vários pontos. No dia 11 de maio deste ano, cinco trabalhadores rurais morreram na estrada, no trecho entre Uchoa e Ibirá. O carro em que eles estavam rodou na pista e partiu ao meio ao ser atingido por um caminhão de ração que vinha na direção contrária. As cinco pessoas morreram no local. Pouco tempo depois, no dia 15 de maio, outro acidente envolveu um ônibus com 24 pessoas, incluindo jogadoras de vôlei de Rio Preto, com idades ente 14 e 17 anos. Nove pessoas sofreram ferimentos leves e duas graves.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso