Diário da Região

29/07/2017 - 00h00min

PÂNICO NO CALÇADÃO

Guarda ferido em roubo tem perna amputada

PÂNICO NO CALÇADÃO

Reprodução Cleiton José da Silva Gomes,31 anos, recupera-se na Santa Casa
Cleiton José da Silva Gomes,31 anos, recupera-se na Santa Casa

O guarda municipal Cleiton José da Silva Gomes, 31 anos, ferido no assalto a uma joalheira no Centro de Rio Preto, passou por cirurgia na tarde desta sexta-feira, dia 28, para amputação de parte da perna direita. Ele foi atingido por tiros disparados por uma submetralhadora em posse do assaltante Anderson Daniel de Oliveira, 22 anos, no último dia 15. O atirador continua foragido.

Cleiton atendia uma ocorrência de roubo à joalheria Costantini na companhia da também guarda Tássia Tomoda Dourado, 28 anos, quando foram surpreendidos por Oliveira, que desceu de um carro e atirou nos guardas à queima-roupa. O guarda Cleiton sofreu duas perfurações, no braço e na perna direita. Um dos tiros atingiu a artéria femoral, por isso ele perdeu muito sangue e precisou passar por uma complicada cirurgia.

As imagens de câmeras de segurança mostram que o guarda estava armado, mas que não teve tempo de reagir. Logo após os disparos ela vai até a bicicleta que usava para pedir apoio, mas por conta do sangramento na perna ele cai e desmaia. Cleiton foi internado na Santa Casa de Rio Preto. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o paciente foi submetido a cirurgia de emergência para tratar a lesão da perna, havia risco eminente de morte pela hemorragia.

 

Cleiton e Tássia - 29072017 Cleiton (esq.) e Tássia feridos no dia do assalto no Centro

Ainda de acordo com o hospital, por conta da gravidade da perda vascular de seus vasos já era sabida da probabilidade de amputação primária. Mas, como se tratava de um paciente jovem e de boa reserva física, o hospital optou por tentar revascularizar o membro inferior direito no mesmo tempo operatório. Nos primeiros dias após a cirurgia ocorreu melhora, porém, por volta do décimo dia pós-cirúrgico, apresentou piora.

O cirurgião vascular João Carlos do Valle explica que o paciente desenvolveu trombose no pós-operatório. “O pé não aguentou a falta de sangue e acabou morrendo, por isso tivemos de fazer a amputação”, disse. A cirurgia foi realizada na tarde desta sexta-feira e durou duas horas. A perna direita de Cleiton foi amputada na altura da coxa. “Agora vamos fazer o tratamento com antibióticos e acompanhar o processo de cicatrização. Passado esse processo começa a reabilitação”, disse o médico.

O prefeito Edinho Araújo enviou uma nota, via assessoria de imprensa, lamentando o ocorrido. “A Prefeitura e a direção da Guarda Municipal mantêm o compromisso de prestar toda a assistência aos familiares e ao Guarda Municipal ferido”, diz trecho da nota. A reportagem tentou entrar em contato com a família de Cleiton, mas não conseguiu localizar familiares na tarde desta sexta-feira, dia 28.

 

 

Tássia Tomoda Dourado - 29072017 Tássia Tomoda Dourado, 28 anos, foi atingida no abdome

Tássia recebe alta médica

A guarda civil municipal Tássia Tomoda Dourado, de 28 anos, recebeu alta médica do Hospital de Base (HB) às 14 horas desta sexta-feira, dia 28. Ela foi ferida ao atender a ocorrência de assalto a uma joalheira no Centro de Rio Preto, no último dia 15. Tássia levou um tiro no abdome e desde a data do crime permanecia internada. Além de Tássia e Cleiton, um tiro disparado pelos bandido acertou e matou o estudante Pedro Henrique Bueno de Oliveira, de 17 anos, que passeava no Calçadão com o tio.

O marido de Tássia, Igor Lopes, informou que a guarda está bem, mas que ainda não falou com ela após a alta médica. Lopes afirmou que procura não falar com a mulher sobre o episódio. “Procuramos falar de outros assuntos. Esquecer totalmente é impossível, mas estamos tentando ficar sem tocar no assunto. Ela também não falou se pretende continuar na guarda. Independentemente da decisão dela eu vou apoiar”.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso