Diário da Região

17/06/2017 - 00h00min

Obstáculos

Com apenas cinco anos, Parque do Rio Preto já está sucateado

Obstáculos

Marco Antonio dos Santos Frequentadores caminham na pista da Philadelpho em meio às obras para instalação de galerias pluviais
Frequentadores caminham na pista da Philadelpho em meio às obras para instalação de galerias pluviais

Inaugurada há menos de cinco anos, o Parque do Rio Preto, na avenida Philadelpho Gouveia Neto, apresenta cenário de abandono. Faltam tábuas nas quatro pontes para pedestres, não há bebedouro d'água, o banheiro até está pronto, mas continua fechado e há poucos bancos para frequentadores sentar. Além disso, a pista de caminhada tem tantos remendos no piso e obras pelo caminho que é comparada a uma corrida com obstáculos. O parque foi inaugurado em dezembro de 2012, pelo então prefeito Valdomiro Lopes. 

Desde o início, foi prometida a construção de um banheiro, mas o espaço ficou pronto apenas em dezembro do ano passado. Mesmo assim, nunca foi aberto ao público. O prédio é considerado um enfeite pelo frequentadores. “Muita gente que vem correr na pista tem de apelar para as lanchonetes e estabelecimentos que ficam às margens da avenida Philadelpho para poder usar o banheiro, sendo que tem um público pronto”, reclama André Guilerme Torres, de 26 anos, que acha um absurdo a Prefeitura demorar seis meses para entregar uma obra pronta.

O estudante de filosofia, Jean Henrique Reis Alves, de 22 anos, frequentador assíduo da pista de caminhada, está irritado com a danificação do piso da pista de caminhada, provocada por uma obra da Prefeitura para instalação de galerias pluviais. “Eu caminho por aqui desde a inauguração e fico triste com o que estão fazendo com a pista. Está difícil passar com esse monte de areia e esses tubos jogados pelos cantos. Olha o transtorno. Nem dá para correr direito”, critica o estudante.

O ciclista Edson Mazzuco reclama que além da pista de caminhada, a ciclovia também está com piso irregular. “Quando inauguraram era um dos melhores locais para andar de bicicleta em Rio Preto, agora eles ficam mexendo tudo para colocar tubos. Por que não colocaram esses tubos de galerias antes de inaugurar a obra em 2012?”, questiona o ciclista. Segundo a Prefeitura, as obras para colocar galerias devem terminar nos próximos 60 dias, mas não há previsão de reforma da pista de caminhada e da ciclovia.

Falta de infraestrutura

No caso da dona de casa Maria Luiza Martins, de 60 anos, a preocupação é com a deterioração do piso de madeira das quatro pontes de pedestre do Parque. As tábuas quebradas deixam buracos que dá para ver o rio Preto passar por baixo. “Eu passo aqui todo dia para passear com meu neto e fico com maior medo. Imagine se vem uma criança aqui sozinha. Ela corre o risco de cair lá embaixo”, comenta a dona de casa. Os frequentadores também reclamam da falta de bancos e pontos para beber água ao longo do Parque. O comerciante Mauro Souza, de 47 anos, acha que a Prefeitura dá mais atenção para manutenção da pista de caminhada da Represa Municipal. “Já que a Prefeitura inaugurou, o mínimo que se espera é por manutenção de tempos em tempos, senão fica com essa cara de abandono” comenta.

Outro lado

Por meio de nota, a Secretaria de Meio Ambiente, responsável pela manutenção do Parque do Rio Preto, explica que as obras que estão escavando a pista de caminhada e a ciclovia são para instalação de novo sistema de galerias pluviais, necessárias para acabar com as alagamentos na avenida Philadelpho. Segundo a Secretaria, o banheiro novo estava fechado por falta de funcionários, mas o problema será solucionado até o final de julho. Quanto às madeiras quebradas das quatro pontes, a Secretaria diz que em breve será feita a substituição das tábuas quebradas, mas a Prefeitura não informa quando serão colocados mais bancos e até lixeiras, porque a decisão depende de parceria com outras secretarias municipais.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.