Diário da Região

21/04/2017 - 14h42min

FISCALIZAÇÃO

Liga flagra festa com álcool e menores

FISCALIZAÇÃO

Divulgação Foram abordadas cerca de 400 pessoas, sendo 42 menores
Foram abordadas cerca de 400 pessoas, sendo 42 menores

Atualizada às 20h

Operação da Vara da Infância e Juventude, na noite desta quinta-feira, dia 20, flagrou 42 menores em uma festa com bebida alcoólica e suspeita de drogas na estância Jockey Clube, em Rio Preto. Foram feitos 42 termos de entrega de adolescentes e de responsabilidade para os pais. A ação teve o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Polícia Militar (PM) – a PM já havia chegado ao local, acionada por um popular por causa do barulho.

A festa, segundo a Vara da Infância, estava lotada de menores e também havia maiores de idade, totalizando aproximadamente 400 pessoas. Fábio Acayaba de Toledo, chefe dos agentes de proteção, diz que a operação foi deflagrada por causa de uma denúncia anônima. A ação começou às 23h30 e terminou por volta das 3h30. A festa havia começado por volta das 22h. No local foram encontradas bebidas alcoólicas e há indícios de que os menores também estavam consumindo entorpecentes. 

“Os maiores apresentavam documentos e iam embora. Dos menores, 90% dos pais não sabiam que estavam lá”, afirma Fábio. Cinco pessoas suspeitas de organizarem a festa, que foi divulgada em rede social, serão investigadas. São dois homens maiores de idade, um adolescente e duas menores. Foi possível conversar com um dos adultos e foi lavrado um termo de infração. Ele negou as acusações. Os outros fugiram pulando o muro. 

 

Bebidas alcoólicas - 22042017 Alguns dos frascos de bebidas encontrados pela ação na festa

O relatório sobre a festa será encaminhado na próxima semana ao Ministério Público (MP). Os responsáveis poderão ter de pagar multas e responder processo criminal por distribuição de bebidas. “O promotor deve pedir instauração de inquérito policial para a Polícia Civil investigar, intimar as pessoas e depois fazer a representação”, explica Fábio. Alguns pais também poderão ser responsabilizados, pois o MP pode entender que deveriam saber onde os filhos estavam. 

Segundo Fábio, no relatório não constará que os menores estavam consumindo drogas, pois não é possível precisar quem de fato estava fazendo isso, já que ninguém foi encontrado portando entorpecentes, havendo apenas indícios. “Eram muitas garrafas de cerveja, vodca, vinho e uísque. Os adolescentes que estavam lá são vítimas.” Os menores foram liberados na presença dos pais. Segundo o agente, tudo transcorreu com tranquilidade e não foi necessário registrar boletins de ocorrência.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso