Diário da Região

06/06/2017 - 00h00min

MELHORIAS

Reforço da estrutura marca início da reforma do Mercadão

MELHORIAS

Johnny Torres 5/6/2017 Funcionários trabalham na reforma do Mercado Municipal
Funcionários trabalham na reforma do Mercado Municipal

Começou nesta segunda-feira, dia 5, a reforma do Mercado Municipal de Rio Preto. A primeira etapa é instalar reforços estruturais em 36 pontos do imóvel para evitar o aparecimento de novas rachaduras.

As etapas seguintes são reformar a hidráulica do prédio para conter as infiltrações e ampliar os banheiros, permitindo ainda a acessibilidade para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. A previsão é que as obras sejam concluídas até o final do ano.

Os reforços estruturais estão orçados em R$ 14,2 mil. Essa etapa deve durar três meses. Depois da instalação das estruturas as rachaduras já existentes serão fechadas e os técnicos observarão durante 30 dias se novas se formarão.

O orçamento das outras etapas ainda está sendo elaborado. “A Prefeitura adquiriu pedra, areia e cimento, além de mão de obra própria visando a economia da obra”, diz Pedro Pezzuto, secretário de Agricultura e Abastecimento.

reforma_mercadão Instalação de um dos reforços estruturais

As atividades do Mercadão não serão interrompidas nesta fase de obras que marcam o início da reforma do Mercadão. A parte hidráulica demandará que se quebre o piso, mas segundo o secretário isso será feito em um corredor por vez. Os recursos são da Prefeitura e os permissionários não terão que arcar com os custos. A princípio, a intenção é que isso não aconteça conforme a revitalização for avançando.

Se houver verba, o telhado pode começar a ser reformado ainda em 2017. “Nós vamos fazer uma avaliação no período da seca. Vai depender do orçamento, se não vamos realizar só em 2018. Tem que ver todo o ripamento para verificar a necessidade de trocar”, afirma Pezzuto.

Atendimento segue

Por enquanto, a população não deverá sentir grandes mudanças no visual do espaço. Há intenção de trocar o piso do local e instalar climatizadores e a pintura será feita após as infiltrações serem interrompidas.

Atualmente o Mercado Municipal tem 37 permissionários, havendo 13 espaços livres para ocupação que serão licitados.

Na primeira etapa da obra todas as intervenções são estruturais e não interferem em nenhum aspecto que possa mudar as características protegidas pelo tombamento em patrimônio histórico do Mercadão. “Mesmo assim, o COMDEPHACT (Conselho Municipal de Defesa de Patrimônio Histórico) está ciente das tratativas e projetos propostos”, fala Pezzuto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso