Diário da Região

30/05/2017 - 00h00min

Até Condomínio

Em média, CPFL flagra dez gatos de energia elétrica em Rio Preto por dia

Até Condomínio

Divulgação Técnicos da CPFL verificam relógio de energia elétrica em casa de Rio Preto
Técnicos da CPFL verificam relógio de energia elétrica em casa de Rio Preto

No período de um ano, a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) flagrou 3,6 mil fraudes em medidores de energia elétrica em Rio Preto. Uma média de quase dez “gatos” por dia. A malandragem é flagrada de bairros de áreas pobres até aos de alto padrão. No último sábado, dia 27, foram constatadas fraudes em seis casas de um condomínio de luxo da zona Leste. Segundo o gerente operacional da CPFL, Clauber Pazin, as fraudes foram constatadas após seis meses de monitoramento de consumo de energia elétrica.

“Nós acompanhamos a média mensal de consumo, por todo este tempo, para descartar os casos em que os moradores viajam e consequentemente cai o consumo. Mas nestes casos específicos a irregularidade era constante”, explica o gerente. De surpresa, equipes de técnicos da concessionária foram até o condomínio onde vistoriaram 16 residências e constataram furto de energia elétrica em seis casas. O esquema chega a reduzir o consumo em até 66%.

“O que encontramos foram fraudes que vão desde a construção do imóvel, em que o sistema elétrico não passa todo pelo medidor de energia até golpes elaborados, como abertura dos medidores para fazer alteração e colocação de lacres falsos para tentar enganar os leituristas”, diz o gerente. Todos os medidores irregulares foram apreendidos e serão levados para perícia criminal para confirmar as irregularidades e verificar qual o período em que o equipamento esteve em funcionamento de forma fraudulenta.

Nos seis imóveis suspeitos, a CPFL instalou novos equipamentos de medição. Os donos dos imóveis com suspeita de fraude foram notificados da irregularidade e serão obrigados a ressarcir a concessionária pelo consumo fraudado. Em caso de reincidência, os consumidores serão processados pela CPFL.

Risco

O engenheiro elétrico Daniel Cursi Júnior alerta que as fraudes para furtar energia podem causar curto-circuito na rede elétrica das residências, porque a alteração para desviar dos medidores também retira a proteção do sistema. “A principal técnica é o desvio dos condutores elétricos, ou seja, os cabos energizados, antes do medidor, são desviados para dentro da casa não passando pelo medidor, que são também montados para proteger as casas de sobrecarga vinda da rede.

Quando há fraude, há o risco deste volume excessivo de energia entrar nas casas, queimar equipamentos e até causar incêndios”, alerta o engenheiro. Segundo Cursi, muitas destas fraudes já estão sendo controladas com a colocação de medidores digitais, feitos de componentes não metálicos que conseguem impedir a adulteração da leitura. Cursi alerta que a pessoa que frauda medidor de energia elétrica pode ser enquadrado em furto qualificado e será punida com base no artigo 155 do Código Penal, que prevê pena de dois a oito anos de reclusão.

“Aos proprietários de imóveis que alugam suas casas, deve-se manter o cuidado com seus inquilinos. Sempre que for desocupar, verifique ou peça ajuda a um eletricista para verificar se foi feita alguma alteração no medidor. Caso a CPFL verificar isso após algum tempo da desocupação, o proprietário responde e paga multa pela infração de furto de energia”, diz o engenheiro.

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso