Diário da Região

04/01/2017 - 00h00min

IMUNIZAÇÃO

Vacina contra HPV para meninos chega a postinhos

IMUNIZAÇÃO

Guilherme Baffi Matheus, 12 anos, vai ser levado pelos pais, Acácio e Lidiane, para tomar a vacina contra o HPV
Matheus, 12 anos, vai ser levado pelos pais, Acácio e Lidiane, para tomar a vacina contra o HPV

Começou nesta semana a vacina contra o HPV para meninos entre 12 e 13 anos. A estimativa é vacinar 3,6 milhões de meninos no Brasil. Em Rio Preto, dados do Painel de Monitoramento da Secretaria da Saúde estimam que haja 12,9 mil meninos entre 10 e 14 anos. Para crianças maiores de 7 anos, adultos e idosos, estão disponíveis na rede municipal outras vacinas. Basta ir até uma unidade de saúde com a carteira de vacinação e regularizar a imunização.

O esquema vacinal do HPV é composto de duas doses com seis meses de intervalo entre elas. A faixa etária atendida será ampliada até 2020 para meninos de 9 a 13 anos. O encarregado de setor Acácio Moreira Pinto, 44 anos, garante que levará o filho Matheus, 12, ao posto de saúde para ser vacinado. “Acho importante porque pelos meninos também tem a infecção, a transmissão. Acho que é bem válido ter a prevenção”, afirma.

Também pai de Thiago, 15 anos, e Julia, 8, ele diz que levará a filha quando ela puder ser vacinada – para as meninas, atualmente, a imunização começa aos 9 anos. Ele e a mulher, Lidiane, representante comercial de 40 anos, procuram manter o calendário de vacinação em dia. “A gente é bem criterioso.” A imunização garante a proteção dos meninos contra lesões pré-cancerosas, cânceres de pênis, ânus e orofaringe e impede que eles sejam transmissores do vírus que também causa tumores de colo de útero e vagina nas mulheres.

De acordo com Lúcia Buchalla Bagarelli, ginecologista e professora da Famerp que atuou na pesquisa para a vacina contra HPV, quase a totalidade dos cânceres de colo de útero são causados pelo vírus. “O homem passa a ser o principal transmissor”, diz. Nas mulheres, a vacina protege contra 70% dos tumores de colo de útero e 90% das verrugas genitais. 

As doses aplicadas na rede pública são quadrivalentes, ou seja, imunizam contra quatro tipos de vírus (6, 11, 16 e 18), com 98% de eficácia para quem segue o esquema vacinal. A doença é transmitida por contato com a pele ou mucosa infectada e 95% das transmissões ocorrem por contato sexual. Existe a possibilidade de contraí-la pelo contato com objetos infectados, como vaso sanitário ou toalha.

Outros públicos

A vacina quadrivalente também está disponível na rede pública para meninas de 9 a 13 anos e para as de 14 que completaram essa idade e não foram imunizadas ou receberam apenas uma dose. Também podem ser imunizados jovens de 9 a 26 anos que vivem com HIV/Aids. Em Rio Preto, segundo dados do fim de novembro de 2016 da Secretaria Municipal de Saúde, 63 jovens de 10 a 19 anos vivem com HIV ou Aids.

Polêmica

Desde 2014, os pais relataram em redes sociais reações adversas que as filhas tiveram após tomar a vacina contra o HPV. Algumas delas reclamaram de perda de sensibilidade nas pernas, e o Ministério Público Federal de Minas Gerais chegou a ajuizar ação para proibir a vacina em todo o País. De acordo com a ginecologista Lúcia Buchalla, as doses são seguras. “Não provocam doença nenhuma”, afirma. O que pode acontecer, segundo a médica, são reações comuns a qualquer injeção.

Clique AQUI para saber mais sobre HPV:

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso