Diário da Região

04/01/2017 - 00h00min

MIRASSOL

Polícia procura suspeito de assassinato por ciúmes

MIRASSOL

Pierre Duarte/Arquivo O delegado Mauro Luís Truzzi Otero, que investiga o caso. no detalhe, o suspeito
O delegado Mauro Luís Truzzi Otero, que investiga o caso. no detalhe, o suspeito

A s polícias Civil e Militar de Mirassol ainda procuram o homem suspeito de cometer o primeiro homicídio do ano na cidade. Segundo a Polícia, Aguinaldo Moreira Fernandes, conhecido como Tico, de 28 anos, teria matado Antonio Marcos Maciel, 44 anos, com pancadas na cabeça, após uma briga motivada por ciúmes. O suspeito fugiu em seguida. O crime aconteceu na madrugada do domingo, dia 1º, no bairro Bela Vista, às margens da vicinal que liga a cidade ao distrito de Ruilândia.

De acordo com o delegado de Polícia de Mirassol, Mauro Luís Truzzi Otero, a briga teria acontecido por causa da ex-mulher dos dois. Casada com Antonio Marcos, com quem tem um filho de um ano e oito meses, em meados de 2015, os dois teriam se desentendido e deixado de viver juntos. A partir daí, a mulher começou a se envolver com Tico e desde então, o ex-marido passou a persegui-la. 

“Nos últimos meses, foram registrados 12 boletins de ocorrência contra Antonio Marcos por ameaça à ex-mulher”, contou o delegado, que destacou que na última semana, ela chegou a pedir uma nova medida protetiva à Justiça. No entanto, os conflitos aumentaram quando seu relacionamento com Tico terminou, em dezembro de 2016. “Após terminar com Tico, a mulher contou que Tico e Antônio Marcos começaram a se provocar demais, envolvendo até mesmo o filho do casal nas ameaças. Foi um discurso de uma tragédia anunciada”, destacou o delegado.

Pesadelo

Na madrugada do domingo (1º), enquanto a mulher dormia, a irmã foi acordá-la para contar que Marcos e Tico estavam brigando na saída de Ruilândia. Ela e o avô foram até o local, mas quando chegaram na rua onde os dois discutiam, Marcos já estava jogado ao chão, ensanguentado e Tico havia fugido. Imediatamente, eles chamaram o Resgate, mas a vítima não resistiu e morreu antes de chegar à UPA.

De acordo com o delegado, não houve uso de arma de fogo e, após encaminhamento ao IML, foi constatada morte por pancadas na cabeça, sem perfuração. O delegado relatou ainda que, no local, testemunhas conversaram com a Polícia e afirmaram ter visto Tico brigando com Marcos. A Polícia foi até a residência de Tico e, segundo vizinhos que não quiseram se identificar, o homem não voltou para casa após a virada do ano. “A autoria está em tese esclarecida. Já foi feito o pedido de prisão do suspeito ”, afirmou o delegado. 

(Colaboração: Arthur Avila)

 

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso