Esportes

  • Quinta-feira, 22 de Junho
  • A vida bem preenchida torna-se longa!
Esportes

Matéria

Sábado, 20.05.17 às 00:00 / Atualizado em 19.05.17 às 22:30

Lutador rio-pretense empata na Rússia

Ozair Júnior
Guilherme Baffi Luiz Arthur Abdala - 20052017
Luiz Arthur Paquitão empatou com Kiamrian Abbasov, mas os promotores do evento queriam que ele assinasse um termo como se tivesse perdido

O rio-pretense Luiz Arthur Abdala, o Paquitão, do Projeto Maquininha/Simões, fez um duelo equilibrado contra o russo Kiamrian Abbasov, na tarde desta sexta-feira, 19, em Krasnodar, na Rússia, e ficou com o empate técnico no principal combate do Tech Krep Fighting Championship, evento de MMA (sigla em inglês para artes marciais mistas) russo, pela categoria até 77 quilos (peso médio).

Após a luta porém, o técnico de Paquitão, Bruno Moura, reclamou de armação por parte dos russos, que queriam que o lutador de Rio Preto assinasse um termo reconhecendo a derrota. “Eles estão agindo de sacanagem por não falarmos a língua deles. Levaram a gente para uma salinha para assinar, mas não vamos fazer isso”, disse Moura. O retorno deles para Rio Preto está previsto para domingo. “Discutimos, foi tenso, agora deixaram a gente em um hotel aqui e não sei o que vai acontecer”, emendou o treinador.

Pelo acordo, Paquitão receberia 1 mil euros para subir ao octógno e mais 500 euros em caso de vitória. “Como empatamos, tinha de ser 1.250 euros, mas deram só 1 mil. O que a gente não aceita é eles colocarem um resultado que não existiu. Isso complica, o Sherdog (site com o cartel de lutadores de MMA) é o currículo do atleta”, finalizou. Foi a primeira vez que Paquitão competiu fora do Brasil e não se assustou. 

Começou executando sua tática de trocar socos em pé, mas, como previa, o russo tentou derrubá-lo e levar a luta para o chão. Até conseguiu em dois momentos do primeiro dos três rounds, na segunda delas segurando a perna de Paquitão no contragolpe. No final, conseguiu levar perigo com três socos diretos, mas que não acertaram em cheio. Abbasov insistiu em buscar a queda no segundo round, mas o rio-pretense soube conter o russo, que na metade final buscou a luta em pé.

No terceiro e decisivo assalto, houve troca de golpes baixos, com a luta sendo interrompida por duas vezes, mas com Paquitão superior, acertando um chute alto no russo e o colocando para baixo em duas oportunidades. A decisão da organização, porém, foi pelo empate. Nathan Batista, da Team Nogueira, luta na tarde deste sábado, 20, também fazendo a principal luta do Celtic Gladiator 12, em Londres, na Inglaterra. Nathan será o desafiante do polonês Leszek Krakowski pela categoria peso pena, até 66 quilos.

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.