Esportes

  • Sábado, 19 de Agosto
  • Se não existe esforço, não tem progresso!
Esportes

Matéria

Sexta-feira, 19.05.17 às 00:00 / Atualizado em 18.05.17 às 23:06

Atacante de 17 anos faz cinco gols em três jogos pelo América

Ozair Júnior
Mara Sousa Pierre, do América - 19052017
Após dois jogos pelo time sub-17, Pierre foi promovido ao profissional e já balançou as redes na estreia

Pierre, de 17 anos, tem faro de artilheiro aguçado. Na linguagem dos boleiros, tem “cheiro de gol”. Não por acaso, fez cinco participando de três jogos com a camisa do América, dois como titular e um entrando na etapa final, no derby contra o Rio Preto pelo Campeonato Paulista Sub-17 (juvenil). Foram três gols nesta partida, que proporcionaram uma ascensão meteórica. Ganhou a vaga de titular contra o Novorizontino, quando fez mais um gol, e foi promovido ao profissional pelo técnico Renato Ferreira. 

Entrou como titular diante do Presidente Prudente, sábado passado, pela quarta divisão, e fez outro gol. O retrospecto já coloca o jovem Alan Pierre da Cruz como principal revelação do América nos últimos anos. Raro como um rubi natural e que pode entrar no rol de craques que brilharam com a camisa vermelhinha com pouca idade. No final da década de 1990, aos 16 anos, Eduardo Alcides era titular na zaga americana na Série A-2 do Campeonato Paulista.

O atacante Marcinho, aos 19 anos, ajudou o Rubro a ser campeão do A-2 de 1999, sendo vendido depois para o Guarani. Em 2005, Danilinho, aos 18 anos, se projetava como garçom do atacante Finazzi, artilheiro do Paulistão daquele ano, com 17 gols. O último grande nome a brilhar no clube foi o atacante Luan, que chegou emprestado pelo Tanabi e pelo América disputou apenas a Copa São Paulo de Juniores, sendo comprado posteriormente pelo então gestor do América Dimas Macedo e levado ao Catanduvense, de onde seguiu para a base do Grêmio-RS.

A nova joia americana quer ser chamado apenas de Pierre. Mineiro de Santa Maria de Itabira, passou de zagueiro gordinho a atacante matador. Esteve em um projeto em Itajubá-MG e de lá foi para a base do Avaí, de Santa Catarina, onde ficou por um ano e meio. Voltou a Jacutinga-MG, onde fez parte do time sub-20 no Campeonato Mineiro e depois atuou na base de Grêmio Barueri e Capivariano. 

“As coisas não vinham dando certo pra mim. Mas minha confiança está em Deus. A gente não tem só momentos bons, passa por provações e eu fui provado por Deus”, diz o garoto. “Sempre tive fé que Ele ia me colocar em um bom lugar para as coisas acontecerem e Ele escolheu aqui”, acrescenta, com uma confiança inabalável.

Para deixar de ser promessa e se tornar realidade, Pierre terá de mostrar o mesmo faro de gols para ajudar o Rubro a vencer o derby regional contra o José Bonifácio, neste sábado, às 15 horas. “Que seja o primeiro de muitos gols com essa camisa maravilhosa, com esse time que já está no meu coração”, afirmou. “Vou continuar trabalhando forte porque isso é só o começo de uma carreira que será abençoada”, emendou.

 

 

Arte - Revelações do América - 19052017 Clique na imagem para ampliar

Diretoria promete blindar o novato

Os gols e a consequente badalação sobre Pierre serviram de alerta ao América, que ainda não profissionalizou o jovem atacante. Seu vínculo é apenas como amador e tem validade até 3 de abril de 2020. Porém, o presidente Luiz Donizete Prieto, o Italiano, e a empresa Brumed Sports, parceira da base e responsável por trazer o jogador para o Teixeirão, prometem blindá-lo com seu primeiro contrato profissional.

“Recebi no mínimo cinco ligações, até uma de fora do País perguntando sobre ele. Já conversei com o (Edilson) Lugui, que é nosso parceiro e nesta semana vamos profissionalizar o menino”, afirmou Italiano, que vê no jogador uma solução para dívida milionária do Rubro. “O América não vai ter pressa em vendê-lo. Pretendemos contar com ele até a Copa São Paulo (em janeiro de 2018) e só assim o clube pode sair desse buraco”, disse Italiano.

“Vamos segurá-lo para que ele possa proporcionar um bom dinheiro para o clube.” O atacante Fred, hoje no Atlético-MG, teve uma passagem meteórica na base do Rubro. Era reserva de Jales no sub-20 e saiu por problemas disciplinares para ganhar projeção no América-MG. “O Pierre lembra muito o Fred. Não vai driblar três, quatro adversários para fazer o gol, mas na hora que sobra na frente do gol ele guarda”, resume Italiano.

Fenômeno e Fred servem de inspiração

Pierre vem de uma família de “boleiros” que não saíram da várzea. Segundo ele, um tio era craque, poderia ter ido para a base do Cruzeiro, mas seguiu sua vida em Santa Maria de Itabira. O pai só jogava em torneios amadores e rachas. Vendo os gols de Ronaldo Fenômeno por vídeos e outros artilheiros em ação, Pierre buscou inspiração. “Cresci vendo os vídeos do Ronaldo, mas vi muitos gols do Fred, ultimamente vejo Lewandowski. O Ricardo Oliveira também é um exemplo de conduta fora de campo”, disse Pierre.

Evangélico fervoroso, o jovem atacante coloca Deus acima de tudo e procura comemorar seus gols com o dedo da mão direita em riste para o céu e cobrindo o rosto puxando a gola da camisa. “Em 2013, eu era zagueiro. De um tempo para cá comecei a gostar de gols. Era gordinho na infância e tinha um chute muito forte”, emendou o garoto. O colocaram na zaga para aproveitar sua estatura. “Era só chutão. Mas logo vi que não era a minha tirar a bola, mas botar para dentro. Não sou driblador, mas tenho bom posicionamento e de colocar a bola pra dentro eu entendo. Quem sabe não seja mais um que entra na história do América, que sempre foi grande”, finalizou.

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.