Esportes

  • Sábado, 23 de Setembro
  • Onde quer que vá, vá com o coração!
Esportes

Matéria

Sexta-feira, 19.05.17 às 00:00 / Atualizado em 18.05.17 às 22:55

Assista ao vivo a luta de rio-pretense na Rússia

Ozair Júnior
Guilherme Baffi Luiz Arthur Paquitão - 19052017
Luiz Arthur Paquitão, que enfrenta o russo Kiamrian Abbasov, durante a preparação com o treinador Bruno Moura

Os lutadores Luiz Arthur Abdala, o Paquitão, e Nathan Batista, representam Rio Preto e o Brasil em dois eventos internacionais de MMA (sigla em inglês para artes marciais mistas) neste fim de semana, na Rússia e Inglaterra, respectivamente. Será a primeira vez que os dois deixam o País para um luta internacional.

Paquitão, do Projeto Maquininha do Futuro/Academia Simões, faz o principal combate do Tech Krep Fighting Championship, em Krasnodar, na Rússia, contra o local Kiamrian Abbasov, na noite desta sexta-feira, 19, valendo o cinturão da categoria até 77 quilos (peso médio). “É uma oportunidade boa, tem de estar preparado, é um sonho representar meu País, minha cidade e o projeto onde dou aula”, disse Paquitão.

“Muita gente fala que lutador russo é duro que são os caras, mas vamos mostrar que o brasileiro tem sua vez”, acrescentou. O Tech Krep FC é o segundo maior evento de MMA russo, começa às 15 horas desta sexta (de Brasília) com transmissão online pelo site vk.com/primefightpro ou no canal do Youtube da PrimeFightTV.

 

Paquitão ganhou o apelido do ex-treinador Gérson Índio por gostar de sair para a balada e chegou a abandonar a carreira após a sexta luta que fez. “Não é fácil viver do esporte no Brasil. É difícil se sustentar, tem de trabalhar, uma rotina de treino duro, não tem vida social”, disse Paquitão, que tem no quartel sete lutas, com cinco vitórias e duas derrotas.

Se ganhar do russo Abbasov, ele terá oportunidade de assinar contrato para mais três lutas para ganhar uma bolsa de 6 mil euros cada (R$ 22,5 mil). Paquitão ficou dois anos sem lutar e em 15 de março voltou vencendo uma luta em Jales pelo Predador FC. “Estava correndo atrás, ouvi muita promessa e nada se concluiu, isso foi desanimando”, afirmou Paquitão. “Perdi muito tempo sem lutar, mas voltei renovado, com a mente mais firme, com vontade de vencer. Vou dar minha vida. Derrota ou vitória será consequência do trabalho”, destacou.

Ele viajou junto do treinador Bruno Moura e estudou bastante o rival. “Ele prefere um jogo de trocação, mas não é bobo de chão. Estamos bolando uma estratégia para ele, vou fazer o que tenho treinado, com movimentação, resposta rápida e buscar o chão. Às vezes tem de reconstruir a estratégia na luta”, finalizou Paquitão, que em 15 de julho lutará em Cancún no México, contra Carlos Lope Dominguez.

 

Nathan Batista - 19052017 Nathan Batista terá pela frente o polonês Leszek Krakowski

Nathan luta em Londres

Nathan Batista, de 26 anos, da Team Nogueira, luta na tarde deste sábado, 20, também fazendo a principal luta do Celtic Gladiator 12, em Londres, na Inglaterra. É um evento que surgiu na Polônia, mas realizado em vários países. Nathan será o desafiante do polonês Leszek Krakowski. “Minha intenção é nocautear ele, se possível no primeiro round. Estou bem tranquilo e preparado para essa luta”, disse Nathan. “Vou querer trabalhar a trocação com ele”, destacou.

A luta é válida pela categoria peso pena, até 66 quilos, e o lutador rio-pretense busca sua nona vitória no cartel de 12 combates, diante de um adversário que tem cara de mal. “Cara feia não vence luta. Não consigo fazer cara de mal, quando vou encarar dou risada, pois o que resolve é dentro do octógono”, disse Nathan, que tem maior envergadura pelo 1,84 metro de altura. Desde segunda-feira, ele já está em Londres para se adaptar ao fuso horário de quatro horas a mais.

Viajou acompanhado do empresário Matheus Camargo. “Ele (Leszek Krakowski) é muito forte. Pesquisamos lutas dele que vai querer grudar e pôr o Nathan no chão”, alerta Camargo. Krakowski, de 30 anos e 1,72m de altura, só perdeu uma das 11 lutas que disputou. Nathan vem de uma vitória no Noxii Combat, contra Jhon David, do Corinthians MMA, por nocaute após acertar uma joelhada. Outro golpe conhecido de Nathan é o chute rodado, originário do taekwondo.

 

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.