Economia

  • Quinta-feira, 27 de Abril
  • A gratidão é a assinatura de Deus
Economia

Matéria

Sexta-feira, 25.12.15 às 00:00 / Atualizado em 24.12.15 às 18:34

A rede social do bem

Victor Augusto
Sergio Isso André Chiaravalloti e Lilian Facchini - 25122015
André Chiaravalloti e Lilian Facchini criaram o site Salix Social, quem tem um propósito social

Um grupo de rio-pretenses criou uma rede social verdadeiramente social, que tem como objetivo arrecadar doações para entidades filantrópicas, como o hospital Bezerra de Menezes, o Instituto dos Cegos Trabalhadores, a Associação dos Amigos dos Mananciais, e outras 37 instituições localizadas em todo o País. Trata-se de Salix Social. De acordo com André de Moraes Chiaravalloti, um dos fundadores da rede social, é fácil começar a doar, basta se cadastrar no site www.salixsocial.com.br e comprar qualquer algum produto em uma das empresas parceiras do projeto.

“Assim que o cliente faz a compra, automaticamente ele doa um percentual que varia de 1% a 9% do valor da compra para a entidade assistencial escolhida. No mesmo momento, o valor é doado à entidade, sem qualquer custo para quem compra. Quem vai pagar é a empresa parceira”, explica Chiaravalloti. O empresário conta que a ideia surgiu há cerca de três meses. Depois de desenvolver um aplicativo que facilita a doação de notas fiscais paulistas para entidades assistências.

“O app é muito interessante, mas para doar R$ 50 para uma entidade, o consumidor tem que fazer uma compra de R$ 100 mil, já que apenas 0,5% do valor do produto é doado. Pelo nosso site, não, o consumidor pode doar até 9%. Gastando R$ 510 ele doa os mesmos R$ 50. Foi assim que surgiu a ideia”, diz ele enquanto mostra o funcionamento. Entre as empresas parceiras estão multinacionais importantes como C&A, Saraiva, Marisa, Netshoes, TAM, CVC, Decolar, Dafiti entre outras. “A ideia é que essas empresas recebam um certificado de marketing social”, explica Lilian Facchini, uma das responsáveis pelo desenvolvimento da plataforma.

Além do propósito social, o site disponibiliza um ranking dos maiores doadores. Ou seja, quando o cliente faz uma compra e doa parte do valor para uma instituição, essa quantia é somada e comparada com os valores de doações das outras pessoas que se cadastraram. Quanto mais alta a doação, mais alta a posição. “A intenção é criar uma competição para incentivar a participação”, afirmou Lilian Facchini. A meta dos fundadores é chegar a mil cadastros até março de 2015 e conseguir R$ 40 mil em doações no próximo ano. 

A empresa fatura 10% de todo o valor doado, que já é descontado antes de chegar à instituição. As instituições que tenham interesse em se cadastrar para fazer parte da rede social, devem entrar em contato pelo "fale conosco" no site. A previsão é de que no ano que vem o mesmo sistema da rede social esteja disponível para smartphones e para outros navegadores, além do Chrome.

 

 

 

>> Acesse aqui o Diário da Região Digital

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.