Artes Visuais

  • Terça-feira, 22 de Agosto
  • Se não existe esforço, não tem progresso!
Artes Visuais

Matéria

Domingo, 13.08.17 às 00:00

Rio-pretenses chamam atenção com maquiagem artística

Harlen Félix
Mara Sousa 10/8/2017 caio_toledo
Caio Toledo, 31 anos, é maquiador profissional e atua na área de moda. Seus vídeos para a internet mostram todo o processo de transformação. A cada semana ele se desafia a uma personificação nova. Numa delas, virou Mona Lisa

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do
Diario da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Mara Sousa 10/8/2017 caio_toledo
Caio Toledo, 31 anos, é maquiador profissional e atua na área de moda. Seus vídeos para a internet mostram todo o processo de transformação. A cada semana ele se desafia a uma personificação nova. Numa delas, virou Mona Lisa

Pedro Montalvão tem 14 anos e adora os personagens fantásticos do universo do terror. Curioso, mergulhou em inúmeros tutoriais de maquiagem artística para aprender a reproduzir esses personagens. Está fissurado por caveiras agora, mas já produziu muita coisa interessante nos últimos anos.

Caio Toledo tem 31 anos e é maquiador profissional. Andava sentindo falta de sair da zona de conforto da maquiagem de moda para se arriscar em coisas mais artísticas. Agora, dedica-se a reproduzir inúmeros personagens através da maquiagem; um hobby que acabou virando terapia.

Os dois têm em comum a relação com as redes sociais. Cada um, de seu jeito, compartilha suas criações em plataformas como o Facebook e estão conseguindo um retorno bacana dos internautas.

Pedro já recebeu inúmeros ‘inbox’ de gente solicitando ajuda para produzir uma maquiagem “diferentona” para festas à fantasia. “Quero muito explorar esse mundo da maquiagem artística, quem sabe até não vira uma profissão”, diz ele, que também faz aulas de teatro há alguns anos.

No Facebook, Pedro compartilhas as maquiagens que concebe em si mesmo. Bruxas, um cara com uma queimadura no rosto e o palhaço Pennywise, do clássico do terror It, de Stephen King. Para a reportagem, ele fez uma caveira da festa mexicana dos mortos.

Pedro Montalvão Pedro Montalvão assistiu a muitos tutoriais de maquiagem artística para reproduzir no próprio rosto alguns personagens de terror que ele mais admira. Para a reportagem do Diário, ele criou uma caveira mexicana

Já Caio vem produzindo vídeos com seu próprio celular em que apresenta em tempo acelerado o processo de construção dos personagens que maquia em si mesmo. Ele já publicou cerca de dez, e cada semana se desafia a explorar uma temática diferente.

Na semana dedicada às artes plásticas, personificou a icônica Mona Lisa, de Leonardo da Vinci. “Foi a mais difícil até agora”, garante.

Apesar de profissionalmente estar focado na maquiagem social, Caio fez vários cursos de maquiagem artística, um deles com Vavá Torres, que atualmente integra a equipe da Record. “Também absorvi muita coisa nos livros e na internet.”

Para gravar os vídeos, o maquiador arrumou um luminária circular que permite acoplar o smartphone. Para ele, esse é o momento em que se desliga do mundo e se dedica a algo que gosta.

“Para não atrapalhar a gravação, tenho de colocar o celular em modo avião. Todo mundo que me conhece já sabe que, quando me liga e eu não atendo, estou gravando meus vídeos. É como um pintor, que, de certa forma, se desliga de tudo para se dedicar à sua criação”, reflete ele, enquanto se produz de domador de circo para ser fotografado pela reportagem do Diário.

Há no mercado uma infinidade de opções de maquiagens artísticas e outros materiais que ajudam a dar efeitos como textura ou corte. Mas o pessoal que explora essas criações têm sempre uma receitinha mais caseira. Para Caio, por exemplo, aquela cola de bastão é ideal para tampar as sobrancelhas.

Tanto Caio como Pedro recorrem ao látex para criar texturas. “Também já recorri a gelatina sem sabor, glicerina líquida e cera de abelha, que era usada nos princípios da maquiagem”, enumera Caio.

O maquiador profissional diz não ter tantas pretensões com sua produção, quer mais é compartilhá-la nas redes sociais. “Meus amigos se questionam se eu virei uma drag queen (risos). Não sei em que isso vai dar, mas é um hobby bem interessante pra mim. É meu momento de brincar”, define Caio.

VIDEO DO YOUTUBE
Rio-pretenses chamam a atenção com maquiagens

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.