Cidades

X
  • Domingo, 20 de Agosto
  • Se não existe esforço, não tem progresso!
Cidades

Matéria

Segunda-feira, 19.06.17 às 10:23

Rapaz morre atropelado por caminhão de cana

Núcleo Multimídia
Reprodução/Facebook João Vitor Roque Amadeu
Segundo informações, rapaz foi atropelado pela última carreta do conjunto após entregar uma nota ao motorista do caminhão

Um rapaz de 19 anos morreu após ser atropelado por um caminhão de cana enquanto trabalhava na madrugada desta segunda-feira, 19, em Cajobi. João Vitor Roque Amadeu era auxiliar de produção da Usina Tietê e morava em Paraíso com os pais e mais quatro irmãos.

Para a mãe, a dona de casa Tânia Amadeu, 38 anos, além de um filho, ela perde também uma pessoa especial, que Deus escolheu para levar com ele. "Ele sempre me ajudou em tudo. Era honesto, trabalhador, um exemplo. Nunca me deu trabalho e essa será a maior lembrança que terei", disse a mãe, que se mudou com a família há pouco tempo da zona rural para a urbana graças ao apoio financeiro de João Vitor.

Segundo a polícia, por volta da meia-noite ele trabalhava em uma fazenda quando acabou sendo atingido pela última carreta de transbordo de um conjunto de reboque que passava pela estrada.  A Usina e a família aguardam os resultados da perícia para terem mais informações. A Polícia Civil de Olímpia está investigando o caso.

De acordo com o relato de uma testemunha à polícia, João Vitor havia acabado de iniciar o serviço e foi atropelado após entregar uma nota ao motorista do caminhão. Ainda de acordo com a testemunha, o jovem usava todos os equipamentos obrigatórios por lei no momento do acidente. 

O rapaz estava trabalhando no período noturno da usina há cinco meses. Segundo a mãe, ele estava desde o ano passado na empresa, mas trocou de turno para poder ganhar mais. "Ele gostava muito da usina e eles sempre foram muito bons com a gente. Estão nos dando toda a assistência necessária", disse Tânia.

Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram a morte do rapaz. A família do jovem foi informada ainda na madrugada de que ele havia sido encontrado com a cabeça ferida. Eles aguardam a liberação do corpo.

Em nota, a Usina comunicou que "está prestando todo o apoio à família neste momento de profunda tristeza para todos". A nota diz ainda que "as causas do acidente ainda estão sob investigação das autoridades competentes, sendo certo que a empresa está comprometida em auxiliar tais investigações, prestando todo esclarecimento e informações que se façam necessários, reforçando e ressaltando ainda mais seu firme compromisso com a segurança, saúde e vida de seus colaboradores."

O velório está programado para as 16h em Palmares Paulista, cidade onde a família morava. O corpo deverá ser velado na manhã da terça-feira, 20, no Cemitério Municipal de Palmares Paulista.

(Colaborou Arthur Avila)

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.