Cidades

X
  • Quarta-feira, 24 de Maio
  • A tarefa de viver é dura, mas fascinante
Cidades

Matéria

Sábado, 20.05.17 às 00:00 / Atualizado em 19.05.17 às 22:03

Júri de morte no trânsito será em julho

Millena Grigoleti

Guilherme Meucci Soares, 26 anos, acusado do homicídio culposo de Rodrigo Fernandes Pereira, à época com 33 anos, vai a júri popular em 4 de julho. O rapaz é acusado de ter provocado a morte do empresário ao dirigir por oito quilômetros na contramão na Rodovia Washington Luís em abril de 2012. A colisão frontal ocorreu por volta das 2h30, perto do bairro Vila Toninho, e o empresário morreu no local.

Guilherme foi socorrido e levado ao Hospital de Base. Ele teve fratura na coluna, hemorragia no baço e fígado e traumatismo craniano. Hoje mora em Rio Preto e responde ao processo em liberdade. Sete jurados comporão o conselho de sentença. Durante o sorteio dentre 25 nomes, cada uma das partes tem direito de rejeitar três sem ter de justificar.

De acordo com o promotor criminal Marcos Antônio Lelis, que ofereceu a denúncia, o acusado deverá pegar no mínimo 12 anos de prisão, mas a pena não deve ser muito superior a isso pois Guilherme é réu primário. “Vou sustentar a acusação da denúncia. Ele não quis matar, mas assumiu o resultado”, diz Lelis. De acordo com a denúncia, Guilherme dirigia em alta velocidade e há suspeitas que trafegava sob influência de álcool.

No carro, foi encontrada uma garrafa de vinho com pouca quantidade da bebida. O advogado de Guilherme, Roberto Baffi Cesário da Silva, diz que não pode comentar suas técnicas ou alegações. “Não estava bêbado. Não existe laudo, nenhum elemento que possa indicar com veemência, com certeza. O restante faz parte da defesa, não posso divulgar nada”, afirma.

Rodrigo deixou esposa e filhos. Rodrigo e Ryan, que hoje têm 12 e 10 anos, à época tinham 7 e 5. “Depois de cinco anos de uma espera incessante temos um fio de esperança de ver a Justiça sendo feita. A revolta e a dor daquela tragédia se fazem constante na nossa vida e na vida daqueles que conheciam o Rodrigo”, diz a viúva Adriana Mazoni Pagani, dona de casa de 32 anos.

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.