Cidades

X
  • Quinta-feira, 27 de Abril
  • A gratidão é a assinatura de Deus
Cidades

Matéria

Sexta-feira, 18.12.15 às 00:00

Escola de Rio Preto recebe premiação internacional

Marco Antonio dos Santos
SERGIO ISSO professores Scucuglia e Max
Os professores Scucuglia e Max festejam o prêmio com os alunos

A escola Maria Peregrina, no bairro Belo Horizonte, zona norte de Rio Preto, está entre as dez escolas do mundo - única no Brasil - a receber o Prêmio Fields. Trata-se de um reconhecimento pela implantação de método inovador no ensino de matemática. A Medalha Internacional de Descobrimentos Proeminentes em Matemática foi criada em 1936, no Canadá, para incentivar o ensino e novas aplicações da matemática.

É a segunda vez que o Brasil conquista o prêmio Fields. A primeira vez foi em 2001, quando a medalha foi entregue ao matemático Artur Ávila, do Instituto de Matemática Pura e Aplicada. O professor voluntário Ricardo Scucuglia diz que a escola foi premiada por estimular o ensino de matemática com uso de vídeos produzidos pelos próprios alunos, em que entraram até músicas de MPB para estimular o aprendizado.

"Em um dos projetos, os estudantes conseguiram relacionar o matemático Alan Turing com o músico brasileiro Chico Buarque. A ideia não é premiar a performance deles como uma olimpíada, mas sim celebrar o prazer em aprender matemática de uma maneira diferente, por meio das artes e da produção e divulgação online de vídeos digitais", diz.

De acordo com o professor, o uso de vídeo e música serve para estimular os alunos a perder o medo dessa disciplina. "Geralmente, as pessoas têm medo e até pavor da matemática. O legal é fazer com que todos entendam que é agradável e está no cotidiano", diz o educador.

A estudante Barbara Fernanda Mathias Antonio, 13 anos, se deu bem com o método. "Ainda tenho medo de equações, mas gosto de fazer contas". Outra aluna, Rafaela Cristina Marques, 11 anos, ficou feliz com a premiação e pensa agora escolher uma profissão para trabalhar nessa área.

 

arte_escola Maria Peregrina Clique na imagem para ampliar

A escola Maria Peregrina é católica, sem cobrança de mensalidade, e mantida com doações. São cem alunos do ensino fundamental que estudam em período integral.

Ao contrário das demais escola, a Maria Peregrina segue uma metodologia diferente importada de Portugal, chamada Escola da Ponte. Lá, o estudante não precisa ficar preso a uma determinada sala de aula, tem liberdade para escolher a grade curricular, o que estimula a fazer mais pesquisas para assimilar o conteúdo.

O fundador, professor de história Max Lopes Wada, diz que professores e alunos ficaram animados pelo reconhecimento internacional. "É um instituto de grande renome no mundo, que dá uma premiação comparada ao Prêmio Nobel. Concorremos com escolas americanas e canadenses. Isto foi uma grande surpresa," afirma Wada.

Foram avaliadas quatro turmas do ensino fundamental. Com dez anos de funcionamento, a escola Maria Peregrina foi trazida da cidade de Guaíra para Rio Preto pelos bispos Dom Pedro Fré (Barretos) e dom Orani (atual arcebispo do Rio).

O novo desafio da escola é conseguir dinheiro para construir uma sala para abrigar os estudantes do ensino médio. "Já conseguimos erguer 70% da obra. Estamos com o tempo curto, porque até março tem de estar tudo pronto para receber os alunos", diz Wada. Para conseguir dinheiro, fizeram a rifa de um carro, doado pelo Lar São Francisco de Assis, de Jaci, a R$ 10 o número.

Veja vídeo:

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.