Cidades

X
  • Sábado, 19 de Agosto
  • Se não existe esforço, não tem progresso!
Cidades

Matéria

Sábado, 20.05.17 às 00:00 / Atualizado em 19.05.17 às 21:22

Carros ‘voam’ em novo viaduto de acesso à região norte

Marco Antonio dos Santos
Guilherme Baffi Complexo viário Antonio Lopes da Silva - 20052017
Complexo viário Antonio Lopes da Silva, onde a velocidade máxima permitida é de 60 km/h

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do
Diario da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Guilherme Baffi Complexo viário Antonio Lopes da Silva - 20052017
Complexo viário Antonio Lopes da Silva, onde a velocidade máxima permitida é de 60 km/h

Avenidas de Rio Preto viraram pistas de corrida para alguns motoristas, que chegam a trafegar acima de 99 quilômetros por hora (km/h) em vias onde a velocidade máxima permitida é de 60 km/h. Durante uma pesquisa feita nos quatro primeiros meses do ano pela Secretaria de Trânsito, sem o objetivo de multar, 976 veículos foram flagrados em alta velocidade. O grande número de abusos vai servir de base para a Prefeitura mudar a localização dos radares.

Os flagrantes de excesso de velocidade foram realizados por sensores eletrônicos móveis da Secretaria, parecidos com radares, que fizeram o monitoramento das avenidas e ruas por 12 horas, sempre entre 7h às 19h, com acompanhamento dos técnicos. O trabalho era levantar o fluxo de veículos e acidentes, mas também captaram abusos de velocidade.

O maior número de flagrantes foi no complexo viário Antonio Lopes da Silva, uma das principais vias de acesso à zona Norte. Neste ponto, foram pegos 156 condutores dirigindo acima dos 99 km/h, quando a velocidade permitida é de até 60 km/h. Mas os motoristas também pisam no acelerador em outras cantos da cidade, como as avenidas Brasilusa, Nadima Damha e Philadelpho Gouvêa Netto.

Os motoristas ultrapassaram os limites de velocidade justamente em vias que sabem que não correm o risco de serem multados, porque não têm radares fixos instalados. O coordenador do setor de Mobilidade Urbana da Prefeitura, Amaury Hernandes, afirma que os flagrantes de excesso de velocidade fizeram a Prefeitura rever os planos. “Queríamos saber quantos carros, bicicletas, ônibus e caminhões passaram. Com base nestes dados e no índice de acidentes fazemos o planejamento de trânsito.

Qual não foi a nossa surpresa, quando descobrimos que as pessoas aproveitam os trechos sem radar para ultrapassar os limites”, diz. O assessor estuda colocar semáforos e até radar para conter a velocidade, além de aumentar a fiscalização da Guarda Municipal para punir os motoristas infratores. Hernandes garante que não vai ser aumentada a quantidade de radares, mas haverá remanejamento.

 

Arte - Ranking de velocidade nas avenidas - 20052017 Clique na imagem para ampliar

Redução de velocidade

Quem mora e trabalha próximo ao viaduto diz que os exageros na velocidade já viraram rotina e o medo é de acidentes fatais. Da sala de trabalho, Rogério Silva assiste todos os dias a passagem de veículos, principalmente motos, que parecem voar pela avenida Fortunato Ernesto Vetorasso. “O pessoal sai no viaduto correndo para evitar pegar o semáforo fechado.

É um perigo para quem dirige e para os pedestres que correm o risco de serem atropelados”, alerta. Outra moradora, Cleusa Hortêncio também acha que os motoristas estão abusando da velocidade e diz ter presenciado inúmeros acidentes. “É moto contra moto, moto contra carro, todos os dias. Basta ficar um pouco parado, perto da avenida, para assistir a todo momento os acidentes e as freadas bruscas”, diz a moradora.

Viaduto vai‘ganhar’ radar

A Prefeitura de Rio Preto vai instalar radares no complexo viário Antonio Lopes da Silva, local onde mais foram registrados veículos que trafegam acima dos 99 km/h. Os equipamentos eletrônicos, que devem entrar em operação ainda no primeiro semestre, vão fiscalizar o limite de velocidade.

Treze mil veículos cruzam os viadutos da zona Norte diariamente. Com a instalação dos radares, o limite de velocidade no local será reduzido para 40 km/h. Com essa intervenção, a Secretaria de Trânsito quer evitar acidentes e também atropelamentos, já que o movimento de pedestres é intenso no local.

Sistema

De acordo com a Secretaria de Trânsito, a quantidade de radares que compõem o sistema de fiscalização eletrônica de Rio Preto não vai sofrer alteração. Atualmente, 34 radares fixos e dois móveis fiscalizam o trânsito da cidade, além de policiais militares e guardas municipais. Para instalar os equipamentos nos viadutos da zona Norte, a Secretaria deverá desativar radares de outros pontos da cidade.

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.