Descubra qual a melhor tinta para pintar sua casa Diário da Região - Imóveis

Diário da Região

    • São José do Rio Preto
    • máx 33 min 21
18/03/2020 - 16h11min

RENOVAR COM QUALIDADE

Descubra qual a melhor tinta para pintar sua casa

Problemas com mofo e bolhas nas paredes podem ser evitados com pintura bem feita

Unsplash Mão de obra qualificada é extremamente importante para bons resultados na pintura do seu imóvel
Mão de obra qualificada é extremamente importante para bons resultados na pintura do seu imóvel

Na hora de renovar a aparência da casa, nada melhor do que a pintura para deixá-la muito mais bonita e bem cuidada. Para que esse trabalho seja muito bem feito e duradouro, além de uma mão de obra totalmente qualificada, é muito importante saber quais as melhores tintas a serem utilizadas em cada parte do imóvel que será pintado, a fim de conquistar o melhor resultado possível para sua residência.

Escolher a tinta inadequada para o ambiente pode trazer problemas futuros, como a ocorrência de mofos e bolhas nas paredes. "Se não for uma tinta resistente a umidade e ali tiver bastante incidência de água, a parede vai absorvendo essa umidade e certamente vai criar algum tipo de mofo, vai ser um ambiente propício para bactérias e coisas desse tipo. Você pode olhar em tetos de banheiro quando tem aquelas manchas pretas, é umidade, vapor de água que está ali presente", afirma o arquiteto Junior Petrolini.

Mas opção boa é o que não falta e o mercado tem oferecido tintas ideais para as diferentes necessidades na hora de pintar um imóvel. Por isso, é indispensável saber exatamente qual é o melhor tipo de tinta para a pintura que será realizada em sua casa e, acima de tudo, lembrar que não há uma tinta que sirva para todas as superfícies e usos.

Tinta brilhante

Por possuir uma quantidade maior de resina, nas tintas brilhantes é possível notar uma textura plastificada e, por isso, acaba refletindo mais luminosidade. A desvantagem desse tipo de tinta é que ela pode evidenciar imperfeições, deixando as ondulações da parede e do reboco mais a vista.

Por outro lado, a tinta brilhante é bastante indicada para ambientes hospitalares e aqueles onde haja umidade e necessidade de limpeza.

Tinta fosca

Segundo Petrolini, essa é a tinta mais indicada para pintura em interior de residências. Nela também é encontrada uma quantidade de resina em sua composição, porém possui um acabamento fosco e reflete menos luz, não deixando as imperfeições tanto em evidência.

Essa tinta possui um bom acabamento e um toque de acrílico, podendo ser utilizada também na parte externa da casa. Em contrapartida não é resistente a água, devendo ser evitada em locais úmidos.

Tinta acetinada

Esta é considerada um meio termo entre as duas anteriores. Não sendo nem fosca e nem brilhante, a acetinada também pode evidenciar as imperfeições na parede, porém, caso a parede esteja muito bem feita com reboque, pode ser utilizada tranquilamente.

Basicamente, os três tipos de tinta podem ser reconhecidos pelo brilho que possui: quanto maior o brilho, maior será a quantidade de resina e, consequentemente, maior será a sua resistência a água; logo, quanto menor for o brilho, há menos resina em sua composição e a resistência a água é mais baixa. Com isso, é importante definir qual fator é mais importante para o seu imóvel: proteção ou estética.

Compre a tinta certa

Muitos acreditam que a melhor maneira de escolher a tinta é pelo preço, o que pode não ser uma boa opção e até mesmo sair mais caro do que esperado. Segundo Petrolini, na hora da compra, o mais indicado a ser feito é escolher o produto pelo seu rendimento, afinal, uma marca com um valor inferior pode fazer uma metragem menor e, consequentemente, não compensar o preço pago. Para isso, as marcas mais indicadas por profissionais da área são: Suvinil, Sherwin Williams e Coral.

Mão de obra qualificada

Tão importante quanto a marca e a qualidade do produto é uma boa mão de obra no processo da pintura, sendo preciso que o profissional saiba identificar qualquer possível problema na parede antes de pintar o local, como esfarelamento do reboco ou tinta calcinada antiga.

Identificar tais situações é essencial, pois até mesmo tintas de qualidade são prejudicadas nesses casos. "Qualquer tinta vai descascar se ela for aplicada em cima de uma superfície que esteja soltando, nada vai dar aderência, então precisa aplicar o fundo preparador de paredes. Esse produto é crucial", afirma o arquiteto.

Portanto, pintar o seu imóvel não é brincadeira. Optar por produtos de qualidade e profissionais totalmente qualificados no serviço podem sair por um valor mais alto, porém proporcionam uma maior garantia de bons resultados e uma menor probabilidade de problemas nas paredes do imóvel a longo prazo.

(Colaborou: Larissa Senigali) 

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos 3 primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por Você para acessar o Diário da Região.